Esmurra pra criticar Lula e cala-se para falar das drogas que o cercam

Em cada situação de sua zona de conforto, um cidadão Heleno aparece diferente perante à mídia e, em todas elas, a certeza que impera é uma só: de que o medo do capitão-presidente e sua subserviência a ele, é a tônica de suas ações e emoções

Quantos Helenos você acredita que existem dentro do general ,ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), da Presidência da República?

Em cada situação de sua zona de conforto, um cidadão Heleno aparece diferente perante à mídia e, em todas elas, a certeza que impera é uma só: de que o medo do capitão-presidente e sua subserviência a ele, é a tônica de suas ações e emoções.

Neste artigo estudaremos caso a caso essas situações intrigantes, para deixar muito claro para todos, as faces desse general do GSI.

Caso Queiroz

“Continua sendo esperada a manifestação dele [Queiroz] com alguma coisa mais consistente. Eu não achei a manifestação dele absolutamente consistente. Pode ser aquilo? Pode. O que quem está de fora espera? Uma declaração: ‘Está aqui o recibo’. Uma coisa provada”, afirmou o general Heleno à GloboNews. 

O que se esperava? Uma atitude mais enérgica do Ministro do tipo: O Governo Bolsonaro não medirá esforços para esclarecer todas as dúvidas em torno das relações pessoais e profissionais, entre Queiroz e a família do Presidente, para que não paire nenhuma dúvida sobre a licitude dessas relações. Mas o que se viu foi a bola sendo jogada para o próprio suspeito de ser o laranja oficial da família presidencial, sumido desde que submeteu-se a uma cirurgia no Hospital israelita Albert Eisntein em SP no início desse ano e que, inexplicavelmente a PGR, TRF2, STJ e STF fingem não enxergar.

Palavra chave: Consistente

Prisão de Lula

Num café da manhã Presidencial com jornalistas, o nobre general deu um show a parte, no momento de seu discurso, atacou Lula para agradar o chefe Bolsonaro, pedindo a “prisão perpétua” para o ex-presidente . 

O que se esperava? Um comportamento equilibrado de quem trata da segurança do Presidente e um pouco de inteligência emocional, até para servir de exemplo de como discorrer sobre assuntos relevantes de seus opositores, de forma cordial e respeitosa. Mas o que se viu, foi o ódio de um ser intolerante, traduzido num ressentimento exacerbado e desnecessário para essa ocasião.

Palavra chave: Perpétua

Tráfico de Cocaína em avião Presidencial 

O ministro-chefe do GSI, general Augusto Heleno, chamou de “desagradável” a prisão de um militar brasileiro na Espanha por levar 39 kg de cocaína em sua mala num avião da FAB (Força Aérea Brasileira). 

“Podia não ter acontecido, né? Foi uma falta de sorte acontecer exatamente na hora de um evento mundial e acaba tendo uma repercussão mundial que poderia não ter tido. Foi um fato muito desagradável para todo mundo”, disse Heleno, que desembarcou no Japão nesta quinta-feira (27) com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) para participar da reunião de cúpula do G20. 

O que se esperava: O repúdio veemente de um ex-militar , que presa pela segurança, pelo combate enérgico da violência, pela moral e bons costumes, na elucidação do caso e punição rigorosa dos envolvidos . Uma falha imperdoável do GSI, que foi um vexame internacional. Mas, o “incidente” foi tratado como um simples lapso corriqueiro da segurança, que foi apenas desagradável para a imagem do presidente.

Palavra chave: Desagradável. 

Manifestação pró- Moro

“Estão colocando Moro na parede para soltar esses canalhas”, disse o alto do carro de som, de camisa amarela e boné azul, o ministro-chefe do GSI , fazendo críticas às divulgações de supostos diálogos do ex-juiz.

O general Augusto Heleno, participou neste domingo (30/06/2019), no Distrito Federal, dos atos a favor do ex-juiz Sérgio Moro, da Lava Jato e da reforma da Previdência. Do alto do carro de som, de camisa amarela e boné azul, o militar fez críticas às divulgações de supostos diálogos do ministro da Justiça. 

O que se esperava: A neutralidade do ministro do GSI, até que as investigações desse caso sejam esclarecidas, para que não arranhem a imagem do presidente, claramente beneficiado nas eleições, diretamente com a prisão de Lula e sua não participação (estava com a maioria nas pesquisas de intenção de votos) da sucessão presidencial democrática.

Palavra Chave: Parede

Críticas de Carlos Bolsonaro

O general Heleno não se pronunciou oficialmente sobre as críticas sofridas pelo vereador Carlos Bolsonaro no twitter.

“Por que acham que não ando com seguranças? Principalmente aqueles oferecidos pelo GSI? Sua grande maioria podem ser até homens bem intencionados, e acredito que sejam, mas estão subordinados a algo que não acredito”, destacou.

A defesa veio do general Luiz Eduardo Rocha Paiva, integrante da Comissão de Anistia, postou, nesta terça-feira (2/7), uma mensagem no WhatsApp chamando o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) de “pau-mandado de Olavo”, em referência ao guru da chamada ala ideológica do governo, o escritor Olavo de Carvalho. 

O que se esperava: Que o general do GSI peitasse o filho do presidente , respondesse à altura e se impusesse como autoridade nacional que é, ao invés de calar-se diante da desmoralização pública feita ( colocando sob suspeição o seu trabalho) por um simples vereador do Rio de Janeiro, só por ser filho de quem ele é.

Palavra Chave: Silêncio

Diante do exposto, dá pra ter uma noção global de como se comporta o explosivo general Heleno diante das mais diferentes situações inusitadas. 

Para o ex-presidente Lula, ele é um leão faminto, já para o Queiroz um gatinho querendo leite, No caso de Moro, um tigre no cio, já para o sargento traficante um marreco saltitante. Agora para o todo poderoso Carlos Bolsonaro, ele é uma coruja, pisca os olhos lentamente , gira a cabeça e fica parado no galho da árvore só observando tudo, fingindo não ver nada. 

Enquanto que pra Lula ele deseja algo perpétuo, pro Queiroz algo consistente, pro sargento traficante algo desagradável, pro Moro algo justo e pro Carlos Bolsonaro algo da paisagem, a vida segue o seu curso normal e o general continuará mostrando a sua diversidade e criatividade, com os elementos da fauna e da flora brasileira.

Eita Brasil da Bozolândia, pior do que está , nem na Brasilândia. 

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247