Falar de antissemitismo para esconder o racismo real

"O que Breno Altman condena veementemente no sionismo é sua essência colonialista, racista e supremacista", escreve Jair de Souza

Breno Altman
Breno Altman (Foto: Felipe Gonçalves)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

No dia de hoje, amanhecemos com a notícia de que Breno Altman, um dos mais respeitados jornalistas de nosso país, tinha sido intimado a retirar de circulação vários de seus textos em que criticava as políticas genocidas que os governantes sionistas do Estado de Israel vêm praticando contra o povo palestino.

A Justiça foi acionada por uma organização que se denomina CONIB (Confederação Israelita do Brasil) sob a alegação de que Breno Altman estava propagando antissemitismo por meio de seus escritos.

continua após o anúncio

Claro que chega a ser estapafúrdia a ideia de que um auto-reconhecido judeu como Breno Altman seja acusado de cometer um crime de difamação racial contra ele mesmo. Na verdade, o que Breno Altman condena sem nenhum subterfúgio é uma ideologia política conhecida como SIONISMO.

E o que o sionismo tem a ver com o judaísmo. Poderíamos responder que tem tanto a ver quanto o nazismo tinha (ou tem) com o povo alemão. Podemos dizer que todos os alemães eram (ou são) nazistas porque o nazismo surgiu e se desenvolveu fortemente entre os alemães? Logicamente que não. Da mesma forma que sempre houve inúmeros alemães que jamais compactuaram com o nazismo, mesmo nos momentos em que o nazismo parecia ser o pensamento avassaladoramente dominante na Alemanha, muitos judeus jamais aceitaram como sua as visões de mundo expressadas pelo sionismo.

continua após o anúncio

O que Breno Altman condena veementemente no sionismo é sua essência colonialista, racista e supremacista. E isto a gente comprova que não se limita a ele. Mesmo no Estado de Israel são inúmeras as vozes que se levantam entre os judeus (inclusive nos meios dos judeus ortodoxos) para protestar contra o massacre do povo palestino e em oposição ao sionismo.

Mas, como costumam ser aqueles que gostam de tachar os opositores do sionismo de antissemitas? Creio que podemos ter uma boa amostra do que ocorre com muitos deles a partir do que constatamos nas cenas ocorridas nas ruas de Nova Iorque que encontramos no presente vídeo que acompanha este texto. O material está disponível com legendas em português nas seguintes plataformas:

continua após o anúncio

a)  Vimeo: https:// vimeo.com/manage/videos/887725401

b)  Youtube: https://youtu.be/7C9XoCKHddo

continua após o anúncio

Seria muito importante vê-lo com atenção e meditar a respeito. O personagem principal do citado vídeo é, sim, um típico representante daquilo que o sionismo significa.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247