Farrapos de uma 'guerra' suja

"De longe, assistimos a esse escárnio, avaliando quanto tempo esses anormais permanecerão no trono do poder absoluto", avalia Hildegard Angel

(Foto: Reprodução)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

A correspondente da TV Al Jazeera - @aljazeera - Youmna Elsayed conversa com sua filha em Gaza.

A menina fala de seu medo dos bombardeios, quando os gatos perturbam muito, mas que quando está nos braços da mãe só sente um pouquinho de medo. Diz que há bombardeios que a assustam muito, como um que houve pela manhã. Neste momento ouve-se novo bombardeio, mais distante. Ela diz que aquele tipo de bombardeio a assusta menos. Reclama da falta de água, pois nem pode se lavar. A ingenuidade tocante desta criança nos toca e emociona tanto quanto as imagens de horror.

continua após o anúncio

A Al Jazeera está fazendo um trabalho magnífico e essencial na cobertura desse massacre desumano, enquanto as demais redes de mídia, estrangeiras e nacionais, nos constrangem e envergonham, estabelecendo falsas simetrias de forças e de tragédias, classificando esta ação de violência e extermínio como uma "guerra". Guerra não é isso. Guerra tem regras, tem tréguas, tem forças mais ou menos equivalentes. Isso não é uma guerra, é uma fúria animalesca, um tsunami de maldades contra um pobre povo indefeso, que tenta se proteger em hospitais, escolas e igrejas, mas nem esses refúgios há mais. Bombardearam e destruíram todos.

Resta um único hospital em Gaza, onde os médicos operam à luz das lanternas dos celulares, já que não há eletricidade, e centenas de bebês dão seus últimos suspiros nas incubadoras inertes, sem eletricidade. Vergonha da Humanidade. Vergonha do Planeta Terra.

continua após o anúncio

Não fazem escondido. Fazem descaradamente, sob nossos olhos, numa ação de intimidação planetária. Talvez desejem o planeta inteiro para eles. Que façam bom proveito. Sozinhos. Talvez a Humanidade, horrorizada, prefira mesmo se retirar e deixar toda a Terra para esse bando de bárbaros celerados, vampiros das riquezas, manipuladores da religião e da fé em nome da opressão dos povos.

De longe, assistimos a esse escárnio, avaliando quanto tempo esses anormais permanecerão no trono do poder absoluto.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247