Foi-se

A poetisa Cristine Nobre Leite comenta sobre a morte do “Pai da Negação”, Olavo de Carvalho

www.brasil247.com - Olavo de Carvalho
Olavo de Carvalho (Foto: © REUTERS/Joshua Roberts/Direitos Reservados)


Cipó de Aroeira

Foi-se

Por Cristine Nobre Leite

As trevas do Olavismo
Causaram devastação
No meio dessa Nação
Como baixo mecanismo
Um torto idealismo
E anti filosofia
Tinha que, em algum dia
Ir abaixo, sucumbir
A morte a lhe cair
Rumo certo que seria

O guru da confusão
De falsa astrologia
Filosófo não seria
Com tanta contradição
Era o Pai da Negação
Pra ciência: xingamento
Seu pensamento sangrento
Fez jorrar a discordância,
O ódio,  a intolerância
Em governo incongruento

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Negacionismo reinou
Durante essa pandemia
E a vida com ironia
Ao Olavo não poupou
A Covid o infestou
Com ela a sua despedida
Sua recuada e partida
Para o desconhecido
Que  seja logo esquecido
Com sua visão genocida

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Foi sem pagar ao Caetano
Ao além, um caloteiro,
Mentiroso, embusteiro
Um exemplo desumano
Do lado de cá, o dano
Foi de grande extensão
O Brasil na contra mão
Com extremos direitistas
Mostrando em grandes revistas
Ideias de um vilão

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email