“Folha” avaliza “Intercept”: é tudo verdade

"Moro levou uma tremenda bola nas costas: a primeira reportagem da “Folha” em parceria com a “Intercept Brasil”, publicada hoje, mostra que vai ficar difícil sustentar, daqui em diante, a tese de que os arquivos, com as conversas entre o então juiz da 13ª Vara e os integrantes da força-tarefa da Lava Jato, sobretudo o coordenador, não são verdadeiras", afirma Alex Solnik, do Jornalistas pela Democracia

Alex Solnik, para o Jornalistas pela Democracia - Moro levou uma tremenda bola nas costas: a primeira reportagem da “Folha” em parceria com a “Intercept Brasil”, publicada hoje, mostra que vai ficar difícil sustentar, daqui em diante, a tese de que os arquivos, com as conversas entre o então juiz da 13ª Vara e os integrantes da força-tarefa da Lava Jato, sobretudo o coordenador, não são verdadeiras: repórteres do jornal tiveram acesso aos arquivos, nos quais trabalham ao lado de repórteres do site, e constataram sua autenticidade ao encontrarem mensagens que eles próprios trocaram com Moro e Deltan totalmente preservadas.

  A colaboração entre o juiz e o procurador está mais uma vez explícita na primeira reportagem da série. O caso ganha um novo patamar. Se os canhões da censura e da repressão estavam até agora apontados contra um site estrangeiro que atua no país, agora é o jornal de maior circulação do Brasil que avaliza um dos maiores escândalos envolvendo o Judiciário e que aponta para a suspeição de Moro no julgamento do ex-presidente Lula e que está cada vez mais sujeito à anulação.

  “Tremenda bola nas costas da PF. E vai parecer afronta” escreve Moro para Dallagnol acerca da divulgação de nomes de polít5icos em papéis encontrados pela PF na casa de um executivo da Odebrecht, que não podiam ser divulgados sem permissão do STF devido ao foro privilegiado, o que aconteceu logo após Moro ser advertido por Teori Zavaski pela divulgação do grampo da presidente Dilma com o ex-presidente Lula.

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

  “Saiba não só que a imensa maioria da sociedade está com Vc, mas que nós faremos tudo o que for necessário para defender Vc de injustas acusações” responde Dallagnol.  

  Com isso fica demonstrado que Moro não só atuou de forma ilegal no caso do ex-presidente Lula, como está mentindo agora na tentativa de convencer a opinião pública de que as mensagens foram manipuladas, seu grande álibi até agora.

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247