Gente com fome não pensa

Cordel de José Pessoa de Araújo

(Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News

Chicote do Pessoa

Gente com fome não pensa

Por José Pessoa de Araújo

Nunca vi gente com fome
Discutir nenhum assunto
Todo mundo quando morre
É  chamado de defunto
Se for pobre ou indigente
É visto como presunto

Nunca vi um capitão
Dar ordens pra generais
Nunca vi um avião
Voar de frente pra trás
Nunca vi rastro de cobra
Nem o rosto de Satanás

PUBLICIDADE

Nunca vi um velho cabo
Comandar um batalhão
Nunca vi dente em galinha
Nem enterro  de anão
Nunca vi um imbecil
Comandar uma nação

Supremo e TSE
Barraram o genocida
Ele está acuado
Está num beco sem saída
Ataca as instituições
Ninguém mais lhe dá guarida

PUBLICIDADE

Até mesmo o Centrão
Que por ele foi comprado
Está tirando o corpo fora
O deixando abandonado
Seu destino é a prisão
Eu não estou enganado

Nas pesquisas está em baixa
O gado diminuindo
Uns se escondem outros fogem
A boiada vai sumindo
Tem uns bezerros calados
E uns poucos bois mugindo 

PUBLICIDADE

Esse ser inominável
Afronta a democracia
O povo está atento
Rechaça com valentia
O Brasil todo abomina
Toda essa tirania

Nosso povo passa fome
Ninguém aguenta a carestia
O desemprego é recorde
É grande a agonia
Vamos tirar esse lixo
Para termos paz um dia

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email