Glenn Greenwald terá sua revanche do Roda Viva

Glenn Greenwald será entrevistado hoje num material que será retransmitido para o resto da América Latina. Ainda não se sabe da data certa da transmissão, mas será nas mídias digitais. Quais serão as consequências concretas da reportagem Vaza Jato na política e na forma de fazer jornalismo no Brasil? Serão algumas das perguntas a responder

Glenn Greenwald, o jornalista americano premiado com o prémio Pullitzer, entre outros galardões, será entrevistado hoje num material que será retransmitido para o resto da América Latina. Ainda não se sabe da data certa da transmissão, mas será nas mídias digitais.

Considerado um dos mais prestigiosos jornalistas do mundo, a entrevista será uma oportunidade para Glenn falar daquilo que ele tem tanta autoridade para falar: Jornalismo. Como se faz jornalismo de investigação? Quais serão as consequências concretas da reportagem Vaza Jato na política e na forma de fazer jornalismo no Brasil? Como foi sua amizade com Marielle Franco? Serão algumas das perguntas a responder.

Quão honesto é o incomodo que um setor da imprensa tem com a forma em que ele conseguiu a informação para fazer a reportagem? Considerando que durante a Lava Jato foram violadas várias normas éticas do jornalismo como da jurisprudência no Brasil.

Glenn sabe muito bem que o governo dos Estados Unidos tinha um interesse particular em desprestigiar a Petrobras e a Obebrecht após Lula ter anunciado a descoberta do Presal. Sem Lava Jato, Bolsonaro não teria tido a legitimidade nem a força política para propor e levar em frente a privatização da Petrobras. Será que tudo é uma grande coincidência? Glenn dará seu parecer.

Fica ligado.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247