Glenn, o terrível

"Inteligente, bem humorado e com todas as respostas na ponta da língua, Glenn pairou sobre o show de ignorância, demência e homofobia que desfilou sob seu olhar, durante a audiência pública, na Câmara dos Deputados, na qual foi falar sobre os arquivos do The Intercept Brasil", diz Leandro Fortes, do Jornalistas pela Democracia

Glenn Greenwald
Glenn Greenwald (Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados)

Por Leandro Fortes, do Jornalistas pela Democracia

Glenn Greenwald deu um baile memorável na Câmara dos Deputados, onde se divertiu descaradamente diante da indigência intelectual da maior parte de seus  interrogadores, mormente dos bolsonaristas do PSL, a legenda mais cheia de imbecis que já passou pelo Congresso Nacional.

Inteligente, bem humorado e com todas as respostas na ponta da língua, Glenn pairou sobre o show de ignorância, demência e homofobia que desfilou sob seu olhar, durante a audiência pública, na Câmara dos Deputados, na qual foi falar sobre os arquivos do The Intercept Brasil.

Mesmo sendo americano e sem saber falar português corretamente, tornou-se o mais importante jornalista do País. 

Vê-lo enfrentar a manada bolsonarista, a quem humilhou e trucidou com enorme elegância, nos deu a exata dimensão da pusilanimidade da nossa mídia e de seus miquinhos amestrados disfarçados de repórteres.

Sozinho, resgatou o orgulho e a dignidade do jornalismo pátrio. 

Vida longa a Glenn Greenwald.

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

Conheça a TV 247

Mais de Blog

blog

Cabaços

Precisava de alguma aventura. Não suportava mais a bruaca martelando no seu ouvido que era um inútil. Uma ingrata que nunca trabalhou na vida. Ele não merecia. Fez intercâmbio, fritou hambúrguer...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247