Globo mente, afronta a verdade histórica e diz que golpe foi impeachment

O Globo pode espernear, mas o programa infame chamado de Uma Ponte para o futuro não vai mais congelar os recursos financeiros e os investimentos do Estado

"Não é preciso ler a matéria da Revista Época desta semana para entender o recado da capa. É uma chantagem da família Marinho contra Lula e sua família. Mais ou menos assim: se você for candidato, nós vamos usar a Lava Jato e os nossos jornalistas pistoleiros para perseguir seus filhos, noras, netos e bisnetos; não vamos deixar dona Marisa descansar em paz", diz o jornalista Ricardo Amaral; "A Globo não perdoa Lula por ter sido o melhor presidente do Brasil de todos os tempos, por ter incluído o povo brasileiro na economia e no processo político como protagonista"
"Não é preciso ler a matéria da Revista Época desta semana para entender o recado da capa. É uma chantagem da família Marinho contra Lula e sua família. Mais ou menos assim: se você for candidato, nós vamos usar a Lava Jato e os nossos jornalistas pistoleiros para perseguir seus filhos, noras, netos e bisnetos; não vamos deixar dona Marisa descansar em paz", diz o jornalista Ricardo Amaral; "A Globo não perdoa Lula por ter sido o melhor presidente do Brasil de todos os tempos, por ter incluído o povo brasileiro na economia e no processo político como protagonista" (Foto: Reprodução)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Se tem algo ou alguém que entende de mentir e praticar fake news é O Globo.

Senhoras e senhores, inacreditavelmente e na maior cara de pau, o Grupo Globo, em particular o jornal O Globo, vergonhosamente e imoralmente, continua em seu périplo desditoso e cínico, hipócrita e cretino quando, mais uma vez em editorial escabroso e completamente farsesco, afirma que a presidente Dilma Rousseff, mandatária de esquerda e trabalhista, foi alvo de um impeachment e não de um golpe de estado no qual os irmãos Marinho são cúmplices e protagonistas.

continua após o anúncio

Diga-se de passagem, um golpe travestido de legal, mas totalmente desmentido e derrotado, quando o MPF e a OAB consideraram que a presidente deposta por um golpe de estado bananeiro e terceiro-mundista, pois a cara e a alma da burguesia escravocrata brasileira, não incorreu em crimes de responsabilidade e muito menos compactuou com a tentativa do golpista Eduardo Cunha e quadrilha em ceder poder e recursos para que tal corja se locupletasse com cargos e dinheiro público.

Contudo, o Globo em seu editorial mequetrefe e mentiroso resolveu dar ainda mais asas às fake news e não vacila em repercutir a sua versão farsesca e alucinógena sobre o que, na verdade, aconteceu no Brasil em 2016, ou seja, um golpe de estado engendrado pela burguesia nacional, que não suportou ver o PT completar 13 anos (seriam 16) no poder e ainda ter de ver o Lula novamente presidente em 2018, sendo que por causa desses motivos, os irmãos Marinho e seus jornalistas de estimação e golpistas resolveram cometer crimes contra a ordem democrática e, consequentemente, promover um golpe de estado.

continua após o anúncio

Diga-se a verdade, mais um golpe registrado pela história, que terminou em tragédia econômica e social, porque o País ficou à mercê de políticas econômicas nefastas, além de principalmente a cadeira da Presidência República foi ocupada por um fascista e corrupto de marca maior, que teve como único objetivo desmontar o Estado brasileiro e fomentar a violência e a divisão do País em todos os sentidos, além de transformá-lo em pária mundial, quando o Globo e seus asseclas bem sabem que o Brasil, de sexta maior economia do mundo, hoje ocupa a posição lamentável de 13º lugar. Veja, então, como entendem de economia os “especialistas” de prateleiras do Grupo Globo.

O Globo tem grande responsabilidade de culpa pelo o País estar a andar de muletas, porque o atraso e o retrocesso acontecidos no Brasil tem as mãos sujas e golpistas de O Globo, quando, de maneira farsesca e irresponsável, tal jornal de tradição golpista publicou coluna em que afirmava que Lula comprou ilegalmente o muquifo do Guarujá, que nunca pertenceu a Lula e sim à construtora OAS, como se comprovou posteriormente após grande sofrimento o ex-presidente que hoje governo o Brasil pela terceira vez. Como disse a presidente Dilma ao ser deposta: “Nós voltaremos!”

continua após o anúncio

E o PT voltou ao poder, para o desgosto dos irmãos Marinho e jornalistas medíocres e manipuladores como Merval Pereira, que tradicionalmente combateram historicamente todos os governantes de esquerda e trabalhistas, a exemplo de Getúlio, Jango, Lula e Dilma, com especial lembrança de Brizola, que jamais tergiversou e compôs com o Grupo Globo, que antes se autodenominava “Organizações” Globo. Organizações de quê?! Só se for de golpes de estado, porque sempre esses caras quiseram um País para poucos privilegiados e vítima de projetos neoliberais, que jamais deram certo em lugar algum do mundo.

A verdade é que os golpistas dos irmãos Marinho e os jornalistas medalhões que compuseram com seus patrões em prol das ações criminosas da Lava Jato, do golpe de 2016 e da prisão de Lula, pensam que todos são otários ou burros e não percebem que, a despeito da antipatia por Bolsonaro por parte dos coronéis midiáticos, é evidente que as políticas públicas que foram impostas pelo golpista e usurpador Michel Temer e levadas a cabo pelo chicago boy Paulo Guedes sempre tiveram o apoio dos irmãos Marinho, que sempre e por toda a vida tentaram sequestrar o Estado, impor políticas econômicas brutalmente excludentes e concentradoras de renda e riqueza.

continua após o anúncio

Os irmãos Marinho como sempre apostaram na entrega do patrimônio público à lamentável iniciativa privada, pois irresponsável e desprovida de responsabilidade social, como comprovam as tragédias de Mariana, Brumadinho, o escândalo da Americanas, além da entrega criminosa da Eletrobrás, que hoje, pasmem, encontra-se nas mãos de empresários pilantras dos naipes de Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles, sem esquecer de citar o tal de Eike Batista, uma verdadeira tragédia econômica. Os Marinho odiaram o Bozo, mas adoraram a política econômica criminosa de Paulo Guedes, que já deveria estar na cadeia por seus atos covardes e inconsequentes à frente do Ministério da Economia.

Os Marinho foram favoráveis ao choque neoliberal, por intermédio do programa do MDB de Michel Temer chamado de “Uma ponte para o futuro”, mas só se for uma ponte para o inferno, realidade que realmente aconteceu, pois 105 milhões de brasileiros sem segurança alimentar, 33 milhões a passar fome, desemprego em massa, empobrecimento vertiginoso da população e queda brutal de renda.

continua após o anúncio

É essa política econômica vergonhosa que esses acumuladores de dinheiro e de patrimônio impuseram ao povo brasileiro, sendo que agora depois do leite derramado vem O Globo mentir novamente, manipular os fatos históricos e cometer grave fake news quanto ao golpe contra Dilma, pois seus editorialistas o chamam de impeachment. Nada mais calhorda e cretino. O que aconteceu foi um golpe de estado, que teve a participação decisiva do Grupo Globo.

A verdade é que os irmãos Marinho, irresponsáveis e inconsequentes, têm obsessão em combater os políticos progressistas e, por isso, fomentam golpes de estado, porque querem controlar a agenda política e econômica de Estado, no caso de agora a pauta do Governo Lula, que após passar o que passou não vai ceder aos devaneios financeiros e econômicos de O Globo quanto à pauta econômica, que está nas mãos de políticos e executivos de perfis progressistas, como são os casos do Ministério da Fazenda, do BNDES, do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, além da Petrobrás, obviamente.

continua após o anúncio

Empresa petrolífera que, por sinal, os Marinho detestam desde sua fundação nos tempos do estadista Getúlio Vargas e sempre a combateram. E por quê? Porque os Marinho jamais quiseram a independência plena do Brasil e de seu povo. Os Marinho, apátridas que são, combatem, na verdade, a soberania brasileira, como comprovaram as lastimáveis condutas quando a Petrobrás começou a ser esquartejada e a pagar dividendos bilionários a seus acionistas, a maioria estrangeira, a se deleitar com os preços dos combustíveis e insumos dolarizados.

Estado sem ativos e meios de produção para efetivar investimentos e fomentar o desenvolvimento é estado fraco, subalterno e submisso, sem poder para intervir na economia contra os maus empresários, pois sem força financeira, porque sem as mínimas condições de agir economicamente e fiscalizar os investidores e empresários que cometem crimes, por meio do abuso de poder financeiro e também pela corrupção comercial e política.

continua após o anúncio

O editorialista de O Globo disse: (...) “Até as paredes depredadas do Palácio do Planalto sabem que a ex-presidente Dilma Rousseff foi afastada por um processo de impeachment, movido pelo Congresso Nacional de acordo com todas as regras previstas na Constituição e na legislação, referendadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF)". Bonito, não, cara pálida? Veja o que O Globo promotor de golpe de estado disse. Que legal, não?

Para O Globo todo mundo é idiota e por isso tem a cara de pau em forma de farsa para considerar o impeachment criminoso de Dilma Rousseff como “legal” e “legítimo”, fato este que discorda plenamente o MPF e a OAB, assim como incontáveis juristas, muitos deles reconhecidos pelo conhecimento sobre Direito e Constituição. Ademais, Dilma foi inocentada pela Justiça e pelo MPF de ter cometido as tais pedaladas fiscais, que foram os instrumentos usados pelos golpistas, como O Globo dos Marinho, para tirá-la do poder. Durma-se com um barulho desse.

Os Marinho “esqueceram” de dizer, por intermédio do editorialista, que as paredes quase centenárias e golpistas de O Globo que a presidente Dilma Rousseff foi vítima de uma conspiração perpetrada por alguns generais, que depois se mostraram com mais força na prisão de Lula, com a participação efetiva da ala podre do MDB liderada pelo usurpador e golpista Michel Temer, assim como o PSDB do playboy irresponsável e destrambelhado Aécio Neves participou diretamente do golpe.

Até as paredes de O Globo sabem que os irmãos Marinho são os promovedores dos desmandos e crimes da Lava Jato dos delinquentes Sérgio Moro e Deltan Dallagnol. Todos participaram da gigantesca cafajestada que teve como principal finalidade, repito, dar um choque neoliberal na economia, tirar direitos dos trabalhadores e aposentados, entregar o patrimônio público e extinguir os programas de inclusão social. E a imprensa comercial e privada, cara pálida, é protagonista dessa deletéria aventura criminosa e totalmente prejudicial aos interesses do Brasil. Os Marinho e seus jornalistas, certamente e absolutamente, fazem parte dessa infâmia.

Fique esperto, O Globo! Os Marinho já entraram mais uma vez na história como golpistas. Lula é democrata, estadista global, civilizado e entendedor de seu papel na história como presidente da República. Lula derrotou os golpistas do estado brasileiro e da iniciativa privada e assumiu o poder pela terceira vez para normalizar o País e desenvolvê-lo.

O Globo pode espernear, mas o programa infame chamado de Uma Ponte para o futuro (no inferno) não vai mais congelar os recursos financeiros e os investimentos do Estado e nem criminosamente privatizar o patrimônio público dos brasileiros. Todos sabemos como a banda toca após o golpe de estado de 2016 e a prisão injusta de Lula. O Globo é golpista e mentiroso. Os Marinho e seus Mervais sabem disso. É isso aí.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247