Greve geral contra Temer

É chegada a hora de união para darmos um basta a esta situação. Convido a todos, cristãos e não cristãos, uma vez que somos todos irmãos e iguais, a aderirem à greve geral do dia 28 de abril. Vamos ocupar ruas e praças deste país, para parar o Brasil contra o governo ilegítimo de Michel Temer

Presidente Michel Temer, em São Paulo. 03/04/2017 REUTERS/Nacho Doce
Presidente Michel Temer, em São Paulo. 03/04/2017 REUTERS/Nacho Doce (Foto: Chico Vigilante)

A situação no Brasil nunca foi tão grave.

As ações do governo golpista Temer são amplas e cruéis contra os direitos dos trabalhadores e da população em geral.

A situação causa repulsa até mesmo ao Papa Francisco.

Convidado desde 2016 para as celebrações dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, se negou a visitar o país em carta enviada a Temer.

O Vaticano com certeza enxerga as razões dos brasileiros que saem as ruas para protestar contra a camarilha de corruptos instalada ilegalmente no poder no Brasil.

Em agosto do ano passado, o papa Francisco enviou uma carta em apoio a Dilma Rousseff, antes do final do processo de impeachment.

O teor da carta enviada agora a Temer é totalmente diferente. Além de recusar seu convite para visitar o Brasil, Francisco dá um recado cristalino.

Lembrou Temer que não se pode "confiar nas forças cegas e na mão invisível do mercado", em um momento em que o governo tenta aprovar reformas que agradem aos investidores.

Francisco diz que " a crise que o país enfrenta não é de simples solução, uma vez que tem raízes sócio-político-econômicas "...

E vai além. Afirmou que "não posso deixar de pensar em tantas pessoas, sobretudo nos mais pobres, que muitas vezes se veem completamente abandonados e costumam ser aqueles que pagam o preço mais amargo e dilacerante de algumas soluções fáceis e superficiais para crises que vão muito além da esfera meramente financeira".

É chegada a hora de união para darmos um basta a esta situação. Convido a todos, cristãos e não cristãos, uma vez que somos todos irmãos e iguais, a aderirem à greve geral do dia 28 de abril. Vamos ocupar ruas e praças deste país, para parar o Brasil contra o governo ilegítimo de Michel Temer.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247