Jandira considera portaria 666 uma ação terrorista do Estado

(Foto: Will Shutter - Câmara)

Por Hildegard Angel, para o Jornalistas pela Democracia 

A deputada Jandira Feghali (PCdoB) reage com indignação à mefistofélica Portaria 666, do ministro da Justiça, Sérgio Moro, que classifica como “Terrorismo de Estado”:

“Moro e sua turma constroem um planejamento. Férias fake, hackers Tabajara, divulga milhares de autoridades supostamente hackeadas para ampliar o apoio à criminalização do que eles chamam de 'vazamentos ilegais', comete uma série de ilegalidades, inclusive nos processos que não estão sob sua competência, inclusive anunciando destruição de provas, e agora publica uma portaria ao arrepio da lei, possibilitando a deportação sumária de estrangeiros. Terrorismo de Estado. Gravíssimo!”

A combativa Jandira já iniciou uma mobilização contra a portaria deste 26/07: “Estamos denunciando tudo isso, buscando entidades da sociedade civil do mundo jurídico e de direitos humanos, e construindo formas de anular a portaria de que foi alvo Glenn Greenwald, que está legalmente no Brasil.”

A deputada considera o ato do ministro um atestado de autenticidade da #vazajato: “O mais importante - diz - é que não questionam nada sobre o conteúdo divulgado pelo Intercept e os parceiros da grande mídia. A autenticidade está cada vez mais afirmada”, enfatiza.

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247