José Martí, o ideólogo cubano da “Guerra Necessária”

O pensamento de José Martí está presente na luta anti-imperialista, pela integração e unidade latino-americana e caribenha

www.brasil247.com -
(Foto: Divulgação)


Por José Reinaldo Carvalho - Há 127 anos, em 19 de maio, morreu José Martí, o Apóstolo de Cuba, o cérebro e o coração da "Guerra Necessária" pela independência da maior das Antilhas, aquele cuja obra teórica e ação prática inspirou Fidel e os combatentes da Sierra Maestra na Revolução que transformou Cuba no primeiro país socialista das Américas.

“Ya nos falta el mejor de los compañeros y el alma podemos decir del levantamiento…!”. Com esta frase em seu Diário de Campanha, referia-se  à morte de Martí Máximo Gómez, o General dominicano que comandou as tropas revolucionárias cubanas na Guerra de Independência.

Herói Nacional Cubano, José Martí é e será sempre lembrado por seus compatriotas por seu legado histórico e universal. No contexto atual, inteiramente diverso do tempo em que viveu, suas ideias continuam atuais em face da complexidade das lutas contemporâneas, em que o empenho da atual geração de cubanos e latino-americanos em defesa da independência, da autodeterminação e da soberania nacionais encontra-se na ordem do dia, entrelaçado com o combate por um mundo melhor, socialmente justo, progressista e pacífico. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conjunto de sua obra como filósofo, político e ideólogo preclaro, publicista, escritor e poeta mostra que foi um homem de todos os tempos. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Martí nasceu em Havana em 28 de janeiro de 1853 e em 42 anos de vida até sua queda em combate em Dois Rios contra o colonialismo espanhol, sua maior missão foi a de lutar por uma Cuba livre. 

Sua sensibilidade social se faz notar desde bem cedo quando se manifestou contra os horrores da escravidão e se rebelou contra os grilhões da dominação colonial espanhola. Ainda adolescente, admirou-se com a gesta libertária de 1868, primeira tentativa de luta contra o colonialismo e, estudando aquela experiência, concluiu que só restava a Cuba o caminho da luta pela independência. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por sua inteira dedicação a essa nobre causa foi preso e exilado. 

O pensamento e a obra do Herói Nacional de Cuba são os de um homem de raro talento e refinada sensibilidade, o publicista e o combatente que interpretou os problemas da época em que viveu e vislumbrou o futuro, do líder que foi capaz de fundar o Partido Revolucionário Cubano, que organizou e conclamou à guerra contra o colonialismo espanhol, o pensamento e a obra de um gigante, o que levou o comandante da Revolução Cubana, Fidel Castro, meio século depois do desaparecimento físico de Martí, a considerá-lo o inspirador e autor intelectual da façanha revolucionária vitoriosa em 1º de janeiro de 1959.

O pensamento e a obra de José Martí seguem vigentes e contêm um legado político-ideológico humanista e latino-americano, com profundo sentido social porque orientado para “los pobres de la Tierra”, como ele dizia, e patriótico, porque voltado para a conquista da independência de seu país.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A época atual se caracteriza pela manifestação de dilacerantes crises, explosivas contradições, instabilidade e acidentadas transições nos aspectos econômico e geopolítico, o que está na raiz de conflitos nacionais, lutas populares e de classes. 

Dizia Martí que “de Nuestra América se sabe menos de lo que urge saber”. Assim que, trilhar os caminhos martianos significa compreender e interpretar as tendências do que está ocorrendo na América Latina e no Caribe. Em nossa região as contradições econômicas e políticas geraram um cenário de luta com peculiaridades históricas, em um ciclo em que as forças progresssitas e revolucionárias  enfrentam, com fluxos e refluxos, forças oligárquicas, classes dominantes que se abrigam em partidos de direita e extrema-direita, aliadas à potência imperialista do Norte, esforçando-se por conquistas democráticas, sociais e pela verdadeira independência e desenvolvimento compartilhado. 

Essas forças progressistas, quando no governo, foram capazes de construir mecanismos de integração regional que, bem manejados, permitem assumir posições vantajosas em um cenário mundial de crise econômica e acentuados conflitos, abrindo a possibilidade de edificar novas alternativas para o desenvolvimento e de constituir um polo geopolítico que produz novas correlações de forças. 

A maior expressão desse fenômeno é a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac). 

O pensamento de José Martí está presente na luta anti-imperialista atual, pela integração e unidade latino-americana e caribenha, cada vez mais intensa, mormente quando se observa a ofensiva imperialista contra a América Latina, por meio da relação direta da Casa Branca com governos reacionários de turno e da sua agência "multilateral", a OEA. 

A unidade latino-americana e caribenha, inspirada no pensamento de José Martí, se entrelaçada com a luta nacional, democrática e social em cada país da região, pode ser capaz de fazer soar o dobre de finados do pan-americanismo inseminado pela Doutrina Monroe e desenvolvido com a orientação política que no começo do século 20 foi batizada de “Corolário Roosevelt”. 

Hoje as políticas externa e de defesa dos Estados Unidos são cada vez mais marcadas pelo afã de dominar o mundo.  

O pensamento e a obra de Martí servem para as atuais gerações como fonte de inspiração para lutar contra o perigoso vizinho do Norte. Os países da região, como as árvores, “hão de pôr-se em fila, para que o gigante das sete léguas (referindo-se aos EUA) não passe”. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email