Louco não pode contrariar

"Quem contraria o presidente da República é demitido, exonerado, fritado, censurado, xingado, é zémané, é 'socialista tipo PSOL', 'esquerdalha' e outros epítetos depreciativos, desrespeitosos, indecorosos e chulos", aponta o jornalista Alex Solnik

(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)

Por Alex Solnik, para o Jornalistas pela Democracia - Um amigo psicanalista me revelou, certa vez, o primeiro mandamento para quem se quer dar bem convivendo com um louco:

  “Tem que sempre concordar com ele. Louco não pode contrariar”!

  Hoje estou vendo que ele tinha razão.

  Quem contraria o presidente da República é demitido, exonerado, fritado, censurado, xingado, é zémané, é “socialista tipo PSOL”, “esquerdalha” e outros epítetos depreciativos, desrespeitosos, indecorosos e chulos.

   Já quem concorda com ele pode ser premiado até com uma embaixada em Washington.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247