Lucro da Petrobrás representa mais de 36% do preço do diesel na bomba

A falta de transparência com que a Petrobrás divulga seus números, reajustes etc. é falta de respeito com o povo brasileiro. Temos a urgente necessidade de instauração uma CPI na Petrobrás

www.brasil247.com - Sede da Petrobras no Rio de Janeiro
Sede da Petrobras no Rio de Janeiro (Foto: REUTERS/Sergio Moraes)


“Temos a urgente necessidade da instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI na Petrobrás, como já proposto pelo deputado Paulo Ramos – PDT/RJ através do requerimento CD 212527785900 de 1º de setembro de 2021”

A Petrobrás divulga em seu site a composição do preço do diesel pago pelo consumidor na bomba como vemos a seguir: 

reproducao

Vejam que a participação da companhia é de 54% do preço ao consumidor. Como o preço médio do diesel S500 neste período era de R$ 4,80 por litro (dados Petrobrás e ANP), a parcela da empresa é de R$ 2,59 (0,54 x 4,80) por litro. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Recente artigo publicado (Cinco falácias do sr. Silva e Luna...Aepet 27 de setembro 2021), mostra, considerando dados do balanço da empresa do 2º trimestre de 2021, que o custo de produção da Petrobrás para um barril de combustíveis é de US$ 27, considerando o custo total de extração, refino e despesas operacionais, administrativas e financeiras. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ao câmbio atual (5,50) o custo de um barril é de R$ 148,50 ( 5,5 x 27 ). Sendo que um barril tem 158,98 litros, o custo de produção da Petrobrás para um litro de combustível é de R$ 0,93 (148,50 / 158,98). 

Como existe adição de 10% de bio diesel ao diesel fornecido pelas refinarias, podemos dizer que o efeito do custo de produção na bomba seria de R$ 0,84 (0,93 x 0,9) 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como já vimos a participação da Petrobrás no preço cobrado nas bombas é de R$ 2,59 por litro. Deste total R$ 0,84 é o custo de produção e o restante R$ 1,75 (2,59 – 0,84) e a margem (lucro) que fica para a companhia. 

Ou seja, 36,46% (1,75 / 4,80), do preço cobrado na bomba. Trata-se de uma margem absurda, que não encontra paralelo em nenhum país do mundo. Superior ao dobro dos impostos cobrados (federais e estaduais). 

Tal margem é obtida graças a fatos como a isenção de cobrança de participação especial na cessão onerosa, que só este ano representa uma renúncia fiscal de mais de US$ 8 bilhões, que deixam de ser arrecadados pela União, Estados e Munícipios. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Esta renúncia fiscal será aumentada na medida do crescimento da produção no pré-sal

A falta de transparência com que a Petrobrás divulga seus números, reajustes etc. é falta de respeito com o povo brasileiro.

Temos a urgente necessidade de instauração uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI na Petrobrás, como já proposto pelo deputado Paulo Ramos – PDT/RJ através do requerimento CD 212527785900 de 1º de setembro de 2021

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email