Lula, a política do Rio e as favelas

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Lula está de volta de vez. Com os direitos políticos reestabelecidos, o nosso presidente retomou a forte atuação política para ajudar, mais uma vez, o país a sair de uma péssima situação. Na última semana de abril, Lula fez uma reunião com Gleisi Hoffmann e as principais lideranças do PT fluminense: Fabiano Horta, prefeito de Maricá; Washington Quaquá, vice-presidente nacional do PT; Lindbergh Farias, ex-senador e atual vereador do Rio; Benedita da Silva, deputada federal e uma das fundadoras do partido; André Ceciliano, presidente da ALERJ; João Maurício e Tiago Santana, presidentes dos diretórios estadual e municipal, respectivamente. Lula afirmou que está contente com a retomada do PT no estado e na capital, mas que ainda é preciso ampliar a ação e diálogo.

No campo do diálogo, o rumo das conversas é para a formação de uma chapa de palanque amplo no Rio para derrotar Bolsonaro no seu berço. Pra isso, o PT mantém diálogos com nomes como o deputado federal Marcelo Freixo. Sendo assim, mesmo com nomes fortes como Fabiano Horta e André Ceciliano, o PT já disse estar à disposição para formar uma chapa ampla na disputa do governo do estado mesmo se tiver que abrir mão de ser cabeça de chapa. Entretanto, o acordo é para uma onda de apoio ao Lula na esfera nacional.

Se no campo político as articulações parecem fluir bem, o presidente Lula ainda sabe que não é suficiente e afirma que é preciso dialogar diretamente com o povo, algo que o próprio sabe bem fazer. Por isso, na reunião, Lula afirmou que é preciso voltar para as bases. Ele espera contar com um PT do Rio mais revigorado. Tendo dois jovens presidindo o partido no estado e na capital, Lula aposta na renovação e no diálogo com povo mais pobre, que foram beneficiados pelos seus governos - de 2002 a 2010.

Relação com as favelas

O resultado eleitoral da Benedita na eleição para a prefeitura em 2020 animou o presidente Lula.

A campanha retomou a ligação com as favelas do Rio, o trabalho do partido nessas áreas está progredindo e isso levou a candidata do PT ao terceiro lugar da disputa, algo que há muito tempo não acontecia.

Na reunião, Lula afirmou que, em breve, quer visitar projetos que ajudou a implementar no Rio de Janeiro, como o teleférico do Alemão, que está parado há anos.

O presidente espera vir o quanto antes no estado e disse que não descarta visitar essas e outras grandes obras que não tiveram continuidade após a sua saída.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email