Lula é a última barreira antifascista

A democracia é alvo central da guerra que Bolsonaro e cúpulas militares perpetram para continuarem, via regime fascista, o processo brutal de pilhagem do país

www.brasil247.com - Lula
Lula (Foto: Ricardo Stuckert)


Por Jeferson Miola, para o 247

Lula é a última barreira antifascista.

A votação recorde que garantiu sua vitória no primeiro turno atesta que nenhum outro candidato do campo democrático seria capaz de derrotar a criminosa máquina de guerra do Bolsonaro e das cúpulas militares contra a democracia.

Lula é o único adversário que os militares preferiam não ter de enfrentar nas urnas, pois sabem que vencê-lo dentro das regras da democracia é uma missão impossível.

Por isso Lula é tão odiado, caluniado e demonizado nos estamentos militares. Ele é o único e último obstáculo ao plano de escalada de uma ditadura “eleita democraticamente”.

Lula encabeça a resistência democrática na guerra fascista contra a democracia.

Somente um líder com a grandeza e reconhecimento nacional e internacional como o Lula conseguiria edificar a ampla frente democrática que deterá a ameaça fascista-militar neste histórico 30 de outubro.

Ao lado de Lula estão todos os democratas do Brasil, independentemente de posicionamento ideológico; se de esquerda, centro ou de direita.

A “Arca de Noé” para salvar a democracia abarcou de Marina Silva, Simone Tebet e FHC a João Amoêdo, do partido Novo. Figuras grandiosas da política, da cultura, das artes, da ciência entregaram-se de corpo e alma à resistência democrática.

À luz da perspectiva humanista, democrática e civilizatória, é impossível a qualquer pessoa minimamente digna e decente continuar apoiando Bolsonaro e endossando sua cosmovisão reacionária, arcaica e autoritária.

Somente a escória política, econômica, financeira, cultural e social do país não embarcou na ampla frente democrática e antifascista para salvar o Brasil.

Mas não se trata, no entanto, de mera alienação ou confusão ideológica dessas elites fascistizadas.

Depois de todo o banditismo e de tudo que o povo brasileiro padeceu com o bolsonarismo, o apoio de segmentos indignos e indecentes a Bolsonaro deve ser entendido como uma opção deliberada pelas trevas, pelo obscurantismo e pela destruição.

A democracia é o alvo central da guerra que Bolsonaro e as cúpulas militares perpetram para continuarem, via regime fascista, o processo brutal de roubo e pilhagem do país.

E Lula é a barreira instransponível ao avanço fascista.

Apoie a iniciativa do Jornalistas pela Democracia no Catarse

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247