Lula é o centro

"Lula é o centro da eleição não no sentido ideológico, porque esse centro não existe, mas porque tudo gira em torno dele, graças à estratégia que montou", escreve o colunista Alex Solnik; "As duas grandes discussões da campanha são: Lula poderá ser eleito mesmo preso? Lula poderá vencer e assumir mesmo preso? As opiniões se dividem, são acaloradas e ocupam todo o espaço do debate eleitoral", analisa

Lula 
Lula  (Foto: Alex Solnik)

Lula é o centro da eleição não no sentido ideológico, porque esse centro não existe, mas porque tudo gira em torno dele, graças à estratégia que montou.

Na dúvida se Lula será submetido ou não a votação, Bolsonaro não sabe se bate nele agora ou se espera para bater em quem Lula indicar.

Por isso não consegue crescer.

Os meios de comunicação que tradicionalmente demonizam o PT batem em todos os possíveis regra três de Lula, mas têm que adivinhar quem será o próximo.

E só Lula guarda o segredo.

Para Ciro, Lula ser ou não ser candidato é fundamental. Com Lula na urna sua chance de ir ao segundo turno fica próxima de zero.

Sem Lula, tem lugar garantido no segundo turno.

A vitimização de Lula cria um grande problema para seus adversários: bater numa vítima traz votos ou tira?

As duas grandes discussões da campanha são: Lula poderá ser eleito mesmo preso? Lula poderá vencer e assumir mesmo preso?

As opiniões se dividem, são acaloradas e ocupam todo o espaço do debate eleitoral.

Lula criou um suspense mais perturbador que os dos filmes de Alfred Hitchcock.

Ninguém consegue adivinhar o final.

Nem tirar os olhos da tela.

Se conseguir manter isso aí até 15 de agosto, todos à espera do que vai acontecer com ele, no palco e na plateia, o Oscar irá para ele.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247