Lula eleito e Bolsonaro isolado

www.brasil247.com - Lula e Jair Bolsonaro
Lula e Jair Bolsonaro (Foto: ABR | Reuters)


Como era de se esperar de um covarde, Bolsonaro não reconheceu a derrota para Lula e se mantém publicamente incomunicável, enquanto seus apoiadores arruaceiros bloqueiam rodovias por todo país sob alegação de não aceitarem o resultado das urnas

O não reconhecimento é o termômetro para medir a temperatura das ruas, conquistar novas adesões, principalmente das polícias militar e federal, dar consistência ao movimento golpista e tentar impedir a posse do presidente eleito.  

Jair Bolsonaro usa a mesma estratégia de Donald Trump que ficou dias para vir a público manifestar que foi derrotado, para depois comandar o fracassado ataque ao Capitólio no dia da posse de Joe Biden, onde três pessoas foram mortas. 

Em votação, o STF confirmou decisão do ministro Alexandre de Moraes, que determinou que a PRF e as PMs desbloqueiem as rodovias ocupadas irregularmente por manifestantes bolsonaristas. 

“Que sejam imediatamente tomadas, pela Polícia Rodoviária Federal e pelas respectivas polícias militares estaduais – no âmbito de suas atribuições–, todas as medidas necessárias e suficientes, a critério das autoridades responsáveis do poder executivo federal e dos poderes executivos estaduais, para a imediata desobstrução de todas as vias públicas que, ilicitamente, estejam com seu trânsito interrompido", determinou Alexandre de Moraes. 

A despeito da irresponsabilidade de Bolsonaro em não reconhecer o infortúnio de seu governo derrotado e dar fim ao motim, o Presidente eleito, Luís Inácio Lula da Silva, monta a equipe de transição e tem recebido apoio de integrantes do governo, como o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira e do vice-presidente, Hamilton Mourão. 

Lula, em vinte e quatro horas, conversou com mais chefes de Estado do que Bolsonaro em quatro anos. Imediatamente, após a confirmação de sua eleição, recebeu manifestações de líderes de todo o mundo: dos EUA, França, Reino Unido, China, Espanha, Portugal, Japão, Cuba, Nicarágua, Uruguay etc. 

O presidente ucraniano, Volodymir Zelensky escreveu mensagem em português e o francês Emmanuel Macron divulgou vídeo da ligação que fez para cumprimentar Lula. O Presidente russo, Vladimir Putin, disse que o resultado da eleição no Brasil reafirmou o alto prestígio político de Lula. 

O Presidente da Argentina, Alberto Fernandez, quis vir pessoalmente parabenizar Lula um dia após a eleição, em ato que fortalece a necessidade de união das relações entre os países da América Latina, abandonada pelo governo Bolsonaro. 

O clima é tenso com voos cancelados, viagens por rodovias suspensas, insubordinação de policiais às decisões da justiça, forças armadas sendo provocadas para o golpe. O cenário foi desenhado pelo fascista acuado no Palácio da Alvorada, mas que logo será apagado pela incontestável vitória da democracia. Questão de tempo.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247