Lulinha sai, Bia fica

Lulinha foi xingado de tudo nas redes e na grande mídia, calou-se indefinidamente, nunca se ouviu dele um único pio em sua própria defesa. A jovem Bia, sobrinha do cabra, já chegou mostrando o dedo médio e dizendo, comigo não, seus putos, me respeitem

vamos colocar aqui dos parâmetros.

Bia e Lulinha.

Sai Lulinha.

Lulinha foi xingado de tudo nas redes e na grande mídia, calou-se indefinidamente, nunca se ouviu dele um único pio em sua própria defesa.

deixou, inerte, que destruíssem sua reputação e sujassem a imagem de seu pai.

depois, já todo enlameado, terceirizou sua voz a advogados de defesa e a processos silenciosos.

Bia fica.

a jovem Bia, sobrinha do cabra, já chegou mostrando o dedo médio e dizendo, comigo não, seus putos, me respeitem.

"não devo satisfações da minha vida e não devo nada a ninguém, quem deve é o Grupo Globo, que nada mais é que uma concessão pública que subestima e tenta manipular a inteligência do nosso povo".

palmas pra Bia.

duas coisas a favor de Bia, o fato de ser mulher e de ainda ser jovem.

na pasmaceira política em que vivemos, as mulheres resolveram assumir o protagonismo de suas próprias causas, foram para as ruas e causaram.

a molecadinha fez o mesmo.

ocuparam escolas e enfrentaram, de forma guerreira, a polícia truculenta de Alckmin.

davidicamente, venceram a queda de braço contra os gigantes.

destaque aí para as minas, que tomaram a linha de frente e não baixaram a guarda frente aos homens de farda.

#NãoTemArrego.

nisso fizeram escola. na Itália estão a imitá-los.

então vamos fazer assim, Lulinha é da turma dos adultos petistas achincalhados em restaurantes, aviões, hotéis, hospitais, festas e livrarias; xingados publicamente e bovinamente calados frente aos seus detratores.

vovó sempre me dizia, quem cala consente.

da mesma forma, esses marmanjos foram destruídos pela mídia deletéria e demofóbica e nada fizeram em sua defesa.

acostumaram-se a ficar nos cantos lambendo as feridas.

sofriam da Síndrome de Estocolmo, acariciavam seus detratores, enchiam seus cofres de verbas públicas e atiravam-se aos seus microfones como os cães se atiram aos ossos.

todos Lulinhas.

Bia é da turma da molecadinha que defende sua escola com ideias, unhas e dentes. defende a si a aos seus.

e da turma das mulheres que jogam vinho na cara de misóginos caretas.

e da turma das três garotas da Globo que sofreram racismo e caíram para dentro de seus detratores.

da turma das garotas que gritaram cunha sai, pílula fica.

da turma de inconformados que não baixam a cabeça, não baixam a guarda, não dão arrego.

por isso, abri um enorme sorriso ao ver a foto da neta de Lula com o dedo médio em riste.

mandando um chupa globo, hashteguicamente.

o que Bia fez foi um desaforo e um desabafo.

ao contrário de Lulinha, Bia assumiu sua própria defesa:

"quero deixar claro que o Grupo Globo não me pauta, e que não vai fazer comigo o que tem feito com minha mãe, desde as eleições de 89, e com os meus tios, diariamente difamados e caluniados pela imprensa golpista".

nisso, deu umas chineladas nos tiozões sempre mansos e calados.

Bia fez mais, além de defender os tios, fez a defesa também do avô, porque sabe que atacam a sua família por ódio ao avô, por isso ela dá mais uma lição aos tios quando diz:

"sem contar o que fazem com o maior amor da minha vida e o melhor Presidente que este País já teve, meu avô, Luiz Inácio Lula da Silva. sim, meu nome é Bia Lula e tenho SIM, o maior orgulho de toda sua trajetória de vida.

meu avô, minha liderança, tirou milhões de brasileiros do mapa da FOME e da MISÉRIA, e milita em nível mundial na erradicação da FOME e da POBREZA".

veja que beleza.

o grande Osho dizia que "toda criança nasce inteligente, e, no momento em que ela nasce, saltamos sobre ela e começamos a destruir sua inteligência, pois ela é perigosa para as estruturas política, social e religiosa. ela é perigosa para o papa, para o sacerdote, para o líder; ela é perigosa para o status quo, para o sistema. a inteligência é naturalmente rebelde e não pode ser forçada a ser servil".

e o Yogui continua, "você já encontrou alguma criança burra? é
impossível! mas encontrar um adulto inteligente é muito raro —
alguma coisa dá errado no caminho".

Saindo da adolescência, a sorte de Bia é ainda estar no meio do caminho, mas parece já está bem encaminhada, ela soube desde cedo que o mundo midiático faria o possível para midiotizá-la e emburrecê-la.

No entanto ela está aí, a mandar uma banana para a mídia velha.

Lulinha sai. Bia fica.

Palavra da salvação.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247