Mamãe não pode escutar

Em novo poema, Cristine Nobre Leite destaca as declarações sexistas de Mamãe Falei - Arthur do Val na Ucrânia

www.brasil247.com - Mamãe Falei
Mamãe Falei (Foto: Reprodução)


Cipó de Aroeira

Mamãe não pode escutar

Por Cristine Nobre Leite

Fábio, um amigo poeta
Na sua rádio Barata
Lançou sua voz, na lata!
Sobre esse Arthur "cruzeta"
Misoginia na teta
Um tal de Mamãe falei
Decoro fora da lei
Mexendo com ucraniana
Uma figura sacana
Que agora é: "Mãe, me lasquei!"

Ucrânia despedaçada
E marmanjo debochando
De mulheres abusando
Usando fala escrachada
Homem assim não é de nada
Faz até mamãe chorar
Com remorso a embalar
Dada a dor no coração
Não cabe nem um perdão
Nem uma canção de ninar

MBL em parada
Fazendo uma ampla frente
Com tanto homem valente (?)
De fala encorajada (?)
Erraram na empreitada
A quem se dá serventia?
Chocaram a maioria
Seu grupo anda pra trás
Se falam pouco, é demais
No agir são menos valia

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247