Manifesto pelo direito à Utopia

Maior que qualquer injustiça sócio-econômica da história da humanidade é a injustiça que foi cometida com a singela palavra Utopia

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Lanço agora meu Manifesto pelo Direito à Utopia. Maior que qualquer injustiça sócio-econômica da história da humanidade é a injustiça que foi cometida com a singela palavra Utopia.

Dicionários, enciclopédias e diversos estudos linguísticos definem a palavra Utopia, mas não há uma uniformidade nos significados dados. Uns definem-na como: "ideal", "a ser alcançado". Outros a denominam como: fantasia, imaginário. Mas o pior fica por conta da aplicação da palavra no cotidiano da sociedade.

Lembro-me de na época da escola ouvir de um professor de história, numa breve aula (sem muita importância pra ele ou para o material didático) sobre Revolução Russa e os pensamentos socialistas. Ele dizia que as primeiras ideias do socialismo vieram do chamado Socialismo Utópico de Saint Simon, Charles Fourier, Louis Blanc e Robert Owen. Mas segundo meu professor, esse primeiro estudo não teve muita importância. Era muito utópico, acreditava que as pessoas viveriam numa sociedade sem guerra, sem fome, sem precisar trabalhar e etc.

Ano passado, lembro de ver na televisão um governador qualquer dizendo que aquilo que os manifestantes reivindicavam era Utopia, se referindo aos protestos por transporte público gratuito.

Mas o que é que fizeram com a palavra? Julgaram e condenaram a pobrezinha a séculos de mal uso.

Por isso defendo o direito de ser utópico, de pensar utopicamente e de propagar a Utopia pelo mundo.

O que seria do Socialismo Científico, de Karl Marx e Friederich Engels, não fosse o pontapé inicial dado pelos "utópicos"? Ah e conta pro tal governador que pensar num transporte público gratuito só é utopia para quem não quer perder o lucro com o negócio. Se é público tem o dever de ser gratuito e esse é o "ideal" "a ser alcançado".

Lembra do significado de utopia?

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247