Márvio Lúcio e as bananas que Bolsonaro enfia no PIB do povo

Desqualificar o trabalho do humorista Márvio Lúcio, o Carioca, como tenho visto parte da nossa militância fazer, é bobagem. O cara é bom artista, apesar de ser simpatizante do fascismo

Estamos apenas no 74º dia da nova ordem unida: sobrou alguma coisa boa para contar?
Estamos apenas no 74º dia da nova ordem unida: sobrou alguma coisa boa para contar?
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Desqualificar o trabalho do humorista Márvio Lúcio, o Carioca, como tenho visto parte da nossa militância fazer, é bobagem. O cara é bom artista, apesar de ser simpatizante do fascismo. O problema a ser resolvido, é o fato de termos um Presidente que é uma verdadeira piada de mal gosto. Usar a figura de um humorista, para atacar a imprensa mais uma vez, distribuindo bananas para os jornalistas, é pífio, patético e pragmático, em se tratando de Bolsonaro.

O atual presidente, a cada dia que passa, nos faz crer que ele é o tipo de pessoa capaz de fazer qualquer coisa. Nenhum outro Presidente na história do Brasil, ocupou o cargo com tamanho deboche, desrespeito e descompromisso com a democracia. A sua liturgia de botequim, cora de vergonha o mais ébrio dos pinguços. No entanto, a claque usada por ele em suas entrevistas à porta do Palácio do Planalto, permanece fiel. Agora, também atacam os Jornalistas, usando os mesmos termos que o seu animador de hospício lhes sugere.

Bolsonaro é ridículo a um nível contagioso. Quando deveria responder sobre o ínfimo aumento do PIB, apela para uma verdadeira chicana política, para desviar o foco da incompetente política econômica de sua gestão. Perguntado sobre o assunto, passou a palavra à Bolsonabo, personagem criado por Carioca em sua homenagem, que acabou respondendo da mesma forma que o presidente responderia. Confirmando a nossa percepção de que o país está nas mãos do palhaço.  

É óbvio que Carioca também fica exposto ao mesmo ridículo, vinculando o seu trabalho, que repito, é bom, a um governo tão medíocre e que não tem o menor respeito pelo povo e pelas instituições. Bolsonaro vive, literalmente, na "Balada do louco" dos Mutantes. Ele jura que é Napoleão, acredita que é Deus e dá uma banana para quem duvida dele. O seu choque de realidade só deve acontecer, quando estiver sob processo de Impeachment. O que eu não consigo entender, porque ainda não aconteceu.

Até lá, seguiremos como bobos, no país que ele transformou em sua corte particular.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247