Mesmo proibido, prefeitura de Concórdia, SC, expõe coelhos em área pública

Abril é um tormento para os coelhos. Por mais que a causa animal propague conscientização nas redes sociais, para que não sejam presenteados junto com ovos de Páscoa, muitas pessoas ainda insistem com essa prática ou promovem exposição com estes animais

Abril é um tormento para os coelhos. Por mais que a causa animal propague conscientização nas redes sociais, para que não sejam presenteados junto com ovos de Páscoa, muitas pessoas ainda insistem com essa prática ou promovem exposição com estes animais. É o caso da prefeitura do município de Concórdia, no Estado de Santa Catarina, que está usando coelhinhos como adorno de Páscoa na frente prefeitura.

Mesmo com advertência de diversos protetores que já acionaram até mesmo o Ministério Público, o fato se repete ano após ano.

A Lei Municipal n° 4.874/16 é clara em seu artigo 30: "Fica proibida a utilização, no âmbito do Município, de animais domesticados, silvestres, nativos ou exóticos, em circos ou estabelecimentos similares, como atrativos em suas apresentações."

Alguns defensores dos animais da região fizeram um pedido público de esclarecimento da prefeitura, mas não houve nenhum posicionamento. Segundo estes, as ONGs já estão lotadas e por mais que os coelhos sejam doados para adoção, após a ação, é preciso parar com essa prática, pois, além de configurar maus-tratos, não há mais capacidade para, todos os anos, acolher animais de exposição sem dar subsídios para mantê-los.

O prefeito de Concórdia é Rogério Luciano Pacheco, PSDB.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247