Mídia corporativa prova que não faz jornalismo profissional ao omitir encontro entre Lula e futuro chanceler alemão

"Folha, Globo e Estado omitiram de seus leitores o encontro entre o ex-presidente e Olaf Scholz, que irá liderar uma das maiores economias do mundo e um dos maiores parceiros do Brasil, demonstrando que preferem o Brasil pária de Jair Bolsonaro ao Brasil soberano de Lula", escreve Leonardo Attuch

www.brasil247.com - Lula é recebido em Berlim pelo líder do SPD, Olaf Scholz
Lula é recebido em Berlim pelo líder do SPD, Olaf Scholz (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News

Os principais jornais da mídia corporativa brasileira, Folha, Globo e Estado de S. Paulo, comprovaram, neste sábado, que o discurso que fazem sobre "jornalismo profissional" é uma grande falácia. Os três jornais, que fizeram campanha pela prisão política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, abrindo espaço para a ascensão do governo neofascista de Jair Bolsonaro, que vem destruindo a economia e a imagem internacional do Brasil, decidiram simplesmente ignorar o encontro entre Lula e Olaf Scholz, futuro chanceler alemão, que irá liderar uma das maiores economias do mundo e um dos maiores parceiros comerciais do Brasil.

Ao tentar invisibilizar Lula, que lidera todas as pesquisas presidenciais e pode vencer as eleições em primeiro turno, os jornais da mídia corporativa demonstram falta de profissionalismo e falta de respeito com o público – o que vem provocando queda progressiva de leitores.

No encontro entre Lula e Scholz, ambos discutiram o processo de formação do governo alemão e a questão democrática no Brasil. Aos jornais da mídia corporativa, não interessa mostrar aos leitores que Lula é recebido pelo mundo como grande estadista, numa imagem radicalmente oposta à de Jair Bolsonaro, que ficou isolado na última reunião do G-20 e foi notícia apenas quando pisou no pé da chanceler alemã Angela Merkel. Na prática, a mídia comercial brasileira provou que prefere o Brasil pária e colonizado de Jair Bolsonaro ao Brasil forte e soberano de Lula.

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email