Míriam Leitão, eterna porta-voz de Fernando II

Fernando II perdeu a Coroa, mas Miriam Leitão continua sendo a porta-voz de tudo que o represente. O Vampiro Chifrudo, levado à Sapucaí pela Acadêmicos do Tuiuti no Carnaval de 2018, por exemplo

Míriam Leitão, eterna porta-voz de Fernando II
Míriam Leitão, eterna porta-voz de Fernando II

Fernando II perdeu a Coroa, mas Miriam Leitão continua sendo a porta-voz de tudo que o represente. O Vampiro Chifrudo, levado à Sapucaí pela Acadêmicos do Tuiuti no Carnaval de 2018, por exemplo. E principalmente de Pedro Parente, ex-continuador da obra de demolição da Petrobras, que Fernando II não pôde concluir em seu Reinado. Uma relação que começou lá atrás.

“Outro dia fui falar com o presidente Fernando Henrique Cardoso. Na saída perguntei, só pra conferir: 

-- O senhor vai vender mesmo a Vale? 

-- Vou -- respondeu sem qualquer hesitação e aí ele perguntou: 

-- Quanto vale a empresa? 8? 10? 

Eu respondi: 

-- Vale mais, presidente. Bem mais.”

A Vale vale o que não está escrito.”

A jornalista Miriam Leitão encerrou assim longa reportagem sobre a Vale para a revista Interview em 1995, o mesmo ano em que iniciou sua trajetória na TV Globo -- assinava coluna em O Globo desde 1991. O diálogo revela o grau de confiança entre o entrevistado e a entrevistadora -- que se tornou levantadora de bola da política econômica de FHC em seus dois mandatos. 

Uma relação tão estreita que, no segundo mandato, mesmo contra todas as evidências, Miriam convenceu os patrões que FHC não ia desvalorizar o real, acabando com a paridade fictícia com o dólar. Eles quase vão à breca, empanturrados de verdinhas. Como se vê, era uma questão de fé. 

E Míriam continua lá, prevendo o futuro nos espaços mais variados: Bom Dia Brasil, Globo News, CBN. Mistério sempre há de pintar por aí.

Esmerou-se em levantadas de bola para os disparates que deu no “caldo de cultura” do golpe de 2016. Também traçou um futuro risonho e franco para o “time dos sonhos” de Temer, até que ele entrasse por certo tempo na alça de mira da Globo. Mas agora voltou à programação normal e o melhor do Carnaval.

A miriatização da economia é um fato consumado na emissora, onde FHC ainda é rei. 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247