Morre o jornalista Reinaldo Azevedo

Porém, continuam cheios de vida Lula, Dilma e o PT, que todos os dias lutam para escapar da mesma artilharia usada diariamente pelo finado Reinaldo Azevedo da finada Veja

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Está morto o Reinaldo Azevedo.

Morreu para o Jornalismo com "J" maiúsculo.

Morreu e está enterrado numa catacumba em forma de uma revista chamada Veja.

"Cólica cardíaca" foi a causa de morte, em virtude do alto índice de raiva e ódio que carregava do lado esquerdo peito.

O que se vê por aí é apenas a sua alma penada disfarçada de jornalista, cujo prazer é assombrar o bom senso, a tolerância, o respeito e a democracia, a mesma democracia que cinicamente dizia ser um bravo defensor.

A Jovem PAN e a Folha insistem em reprisar falas e artigos desse que foi um dos mais tristes exemplares da direita na imprensa brasileira dos últimos tempos. Nem o papa Francisco foi poupado da peçonha do finado Reinaldo Azevedo!

Durante as cerimônias fúnebres, fizeram questão de segurar a alça do caixão do infeliz outras almas penadas, tipo Augusto Nunes, Ricardo Setti, Rodrigo Constantino e Marco Antônio Villa, todos vitimados pela mesma doença degenerativa que consumiu e matou Azevedo: o ódio.

Morreu o jornalista Reinaldo Azevedo. Comenta-se que está no purgatório a espera de julgamento. Ninguém aposta em uma salvação.

Porém, continuam cheios de vida Lula, Dilma e o PT, que todos os dias lutam para escapar da mesma artilharia usada diariamente pelo finado Reinaldo Azevedo da finada Veja.

Ah! Continua vivinha da silva também, a Maria Izabel Azevedo Noronha, presidenta do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp).

Descanse em paz, Reinaldo Azevedo.

Se for possível.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email