Morumbi, 16 horas: Cuca aposta no talento da molecada e Carille fecha o time na retranca

 Qualquer que seja o resultado do jogo desta tarde no Morumbi, os são-paulinos como eu já podem comemorar. Voltamos a ter um time para torcer, sem passar vergonha e raiva, como nos últimos anos

Morumbi, 16 horas: Cuca aposta no talento da molecada e Carille fecha o time na retranca
Morumbi, 16 horas: Cuca aposta no talento da molecada e Carille fecha o time na retranca

Por Ricardo Kotscho, no Balaio do Kotscho e para o Jornalistas pela Democracia - Qualquer que seja o resultado do jogo desta tarde no Morumbi, os são-paulinos como eu já podem comemorar.

Voltamos a ter um time para torcer, sem passar vergonha e raiva, como nos últimos anos.

É verdade: com a molecada de Cotia, o São Paulo em poucas semanas voltou a ser um time grande.

Duas escolas de futebol bem diferentes, uma jogando no ataque e, a outra, na defesa, estarão frente a frente no Morumbi.

Pelas escalações anunciadas dos dois times, vamos assistir à velocidade e jogo vertical dos meninos de Cotia, de um lado e, de outro, o anti-jogo do time retrancado de Carille.

O fato do veterano goleiro Cássio ser o melhor jogador do Corinthians nesta temporada já mostra a diferença entre os dois times.

No São Paulo, a grande estrela é Antony, um garoto de 19 anos, ousado e abusado, que parte sempre para cima de qualquer um em busca do gol.

O que não dá para entender é porque só agora o comando do São Paulo deu uma chance a Antony, Igor Gomes, Lizieiro e Luan para jogarem juntos, se eles já estavam no clube no começo do ano.

Na verdade, já estão lá há muito tempo, encantando quem asiste os jogos dos times de base.

Curioso é que o São Paulo promoveu para o time de cima André Jardine, o técnico que formou esses garotos, mas começou o ano ainda com ex-jogadores em atividade, como Nenê, Diego Souza, que já foi embora, e Jucilei.

Por medo de perder, o São Paulo não jogava para ganhar, como agora, com Mancini/Cuca, e Jardine acabou perdendo o emprego.

São as voltas que a vida dá. Nada como o futebol para nos surpreender a cada semana e virar o jogo de uma hora para para outra.

Só espero que os provectos e teimosos cartolas são-paulinos tenham aprendido a lição e não obriguem Cuca a escalar Pablo e Hernanes, os dois jogadores contratados a peso de ouro este ano.

Sem eles, o time é mais rápido, mais objetivo, joga muito melhor.

E que tenham um pouco de paciência para não vender logo suas jovens revelações, como fizeram com Davi Neres, hoje na seleção, e Luiz Araújo, entre tantos outros.

Por falar nisso, onde andam Toró e Gabriel Novaes (dizem que já foi para o Barcelona, e sumiu), outros moleques de ouro que já deveriam estar neste time há muito tempo?

Agora, pelo menos, dá pra torcer sem medo. Podemos até ganhar do Corinthians...

Bom domingo.

Vida que segue.

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Chile, manifestações
Fernando Rosa

O laboratório "explotó"

"Os povos, a América Latina e o Brasil, com Lula a frente, estão deixando claro que não aceitarão a recolonização selvagem que o imperialismo pretende impor à região", escreve o jornalista Fernando...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247