Múltipla escolha: quem se sai pior no episódio Fux-Bolsonaro

"Todas as respostas levam ao mesmo destino: as trevas para onde o Brasil caminha. Vivemos um país estranho que parece não ligar para coisas tão graves que acontecem à medida de uma perplexidade por dia", escreve o jornalista Gilvandro Filho, do Jornalistas pela Democracia, ao lançar cinco possibilidades sobre a decisão do ministro Luiz Fux que blindou Fabricio Queiroz e suspendou as investigações do bolsogate; "O que está acontecendo é praticamente o que foi prometido, com certa usura. E foi com este 'programa de governo' que o candidato do PSL espumou promessas e angariou apoio e voto desse naipe de eleitores", diz ele

Múltipla escolha: quem se sai pior no episódio Fux-Bolsonaro
Múltipla escolha: quem se sai pior no episódio Fux-Bolsonaro

Por Gilvandro Filho, do Jornalistas pela Democracia - Vamos lá, questão rápida, em tempo de ENEM.

Nesse episódio do pedido escuso feito pelo senador eleito (ainda não empossado) Flávio Bolsonaro e o aceite, igualmente escuso, do ministro Luiz Fux, quem vai acabar perdendo mais?

A) Flávio Bolsonaro, que atirou no pé e terminou atraindo para si e para o pai presidente o foco de uma confusão ainda maior, a partir de fevereiro, com o começo do ano legislativo e a volta do STF:

B) O presidente Jair Bolsonaro que vê escorrer pelo ralo a credibilidade do seu nascente governo, e o apoio de muitos amigos, graças às fraquejadas dos três primeiros-filhos;

C) O ex-motorista-assessor-pagador-amigo de fé-irmão-camarada Fabrício Queiroz que pode dançar, agora no sentido menos festivo, por causa dessa patacoada toda;

D) O ministro do STF Luiz Fux, que pode ficar de cabelo em pé ao ver sua questionada decisão ir parar no lixo do Supremo, caso o relator do processo, Marco Aurélio Mello, tenha mesmo a pontaria que alardeia;

E) O ministro da Justiça, Sérgio Moro, que trocou a retórica paladina dos tempos da Lava Jato pelo silêncio ensurdecedor diante do temporal que cai desde o primeiro dia do ano, o que já leva a muitas especulações sobre a permanência dele da bagaça;

F) Todas as respostas.

Se você marcou todas as alternativas, fechou a questão. Todas as respostas acima levam ao mesmo destino: as trevas para onde o Brasil caminha. Vivemos um país estranho que parece não ligar para coisas tão graves que acontecem à medida de uma perplexidade por dia.

Existe esta possibilidade aventada no item B, de o governo Bolsonaro começar a perder apoio por conta do volume de fatos incrivelmente negativos que pululam, diariamente. Os mais incrédulos, no entanto, não estão indo muito nessa, ainda.

Pense bem. Olavo de Carvalho, Regina Duarte, Danilo Gentili, o dono da Havan... É muito cedo para a gente acreditar que esse povo já se diz desencantado. Afinal, o que está acontecendo é praticamente o que foi prometido, com certa usura. E foi com este 'programa de governo" (vou chamar assim tudo bem?) que o candidato do PSL espumou promessas e angariou apoio e voto desse naipe de eleitores.

Esses leitores poderiam ser uma outra resposta. Mas, pensando bem, não perderam nada. Nunca perdem. O Brasil é que se fux...

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247