Não adianta bater boca com bolsonaristas

"O conselho do 'Barretão' vale para todos os brasileiros que estão indignados, aflitos ou assustados com os rumos do atual governo. Não adianta bater boca com bolsonaristas. Bolsonaro ganhou nas urnas, tem que ser derrotado nas urnas", escreve o jornalista Alex Solnik

(Foto: Alan Santos/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Alex Solnik, para o Jornalistas pela Democracia 

Do alto dos seus 91 anos, Luiz Carlos Barreto, que já produziu mais de 50 filmes tais como “Terra em transe”, “Assalto ao Trem Pagador”, “A hora e a vez de Augusto Matraga”, “Dona Flor e seus dois maridos”, “Bye, bye Brazil”, “Joana, a francesa”, “O quatrilho”, “O que é isso, companheiro”?, dá um sábio conselho aos cineastas, em entrevista a Maria Fortuna, hoje, em O Globo:

“Não adianta bater boca com os olavistas a quem Bolsonaro entregou a cultura”.

E mais outro:

“A luta não é discutir censura, eles não vão conseguir impor nada nesse sentido, está na constituição”.

“Barretão” defende propostas concretas para o cinema brasileiro, como a transferência da Ancine para o ministério da Economia:

“A Ancine precisa ser tratada como indústria e desideologizada”.

O conselho do “Barretão” vale para todos os brasileiros que estão indignados, aflitos ou assustados com os rumos do atual governo.

Não adianta bater boca com bolsonaristas.

Bolsonaro ganhou nas urnas, tem que ser derrotado nas urnas.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247