Não deixem os problemas dos outros morarem de aluguel na sua cabeça de graça

Nós não somos a palmatória do mundo. A gente não tem que pegar tudo pra gente

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

É uma tese que eu desenvolvi há um tempo, com uns amigos meus, trocado ideias, que eu desenvolvi uma história tá ligado? Eu sempre falo assim: Imagina você ter uma casa de aluguel, um cômodo de aluguel na sua casa, e você quer alugar esse cômodo pra alguém, você arruma um amigo seu, e você fala “meu, você quer morar lá?” e o cara “quero morar” e você “beleza então, vou fechar com você, 300 reais por mês pra morar naquele cômodo, com banheiro”. 

E aí você fecha esse aluguel, só que seu amigo não tá pagando. E aí você começa a ficar com problema com esse amigo, você não cumprimenta mais ele, você faz comida e fecha a janela pra ele não sentir o cheiro, você guarda sua coleção de DVD, de quadrinhos pro cara não pedir emprestado, ele manda mensagem e você começa a não atender, tudo porque você tá puto da vida porque ele não paga o aluguel. Só que nesse ‘entretém’ aí, você não trocou ideia com o cara realmente pra ele pagar o aluguel, você deixou subentendido. E o cara é um anarquista que não tá nem aí pra nada e fala “mano, vou morar aqui, da hora, ele é meu amigo, vai contribuir, porque esse meu amigo também tem uns pensamento progressista, ele também vai ajudar o próximo”.

Ou seja, na verdade o cara não tá preocupado, porque quando ele conversou com você, ele não entendeu que ele tinha que pagar, tá entendendo? Pegar problema dos outros é a mesma coisa, os problemas moram na sua cabeça de graça, não pagam aluguel e não estão preocupados também, porque você não conversou direito com eles. Sempre que eu vou falar com algum amigo que tá com muito problema, vivendo o problema de outras pessoas eu falo “mano, na boa? Nós não somos a palmatória do mundo. A gente não tem que pegar tudo pra gente”. Não deixem os problemas dos outros morarem de aluguel na sua cabeça de graça. 

Então se você puder auxiliar a pessoa, dar um conselho. Auxilie, dê o conselho e mate o problema dessa pessoa. Tem gente que gosta de fazer a gente de reservatório de problema, eu conheço muito, ou você acha que eu to pesando 138 Kg por quê? É muito problema que todo mundo me conta. Imagine ter uma instituição ou uma ONG, eu vou lá e se eu encontrar dez pais de alunos, oito deles irão me contar oito tipos de problema diferentes. As crianças já não, as crianças são a leveza do negócio. As crianças estão vivendo no obscurantismo total por conta desse planeta todo fodido, mas ela é animada, ela é positiva, o que faz um contrapeso do planeta. 

Mas a gente tem sim essa questão de pegar o problema das pessoas e tem mais: tem gente que cria situações de problema onde não há. O tipo de pessoa que quando está atravessando a faixa de pedestres, e acontece de um motorista apressado passar pelo farol vermelho, fala o dia todo que o motorista quase o atropelou.

Você conhece gente assim? Que fala o dia inteiro “o carro passou raspando em mim, quase me matou” ou “o cara atravessou na minha frente, podia ter matado ele”? Irmão, um minutinho, trinta segundos, um palmo ou um metro a mais de terra vai fazer diferença no seu dia? Quem tá vivendo de aluguel na sua cabeça? Por que você pôs esse inquilino lá pra morar com você? Se você tivesse deixado o cara atravessar e tivesse soltado um sorriso, mesmo não sendo correspondido, você não estaria com esse inquilino lá na sua cabeça. Então é a hora da gente falar muito disso. 

Eu vejo muita gente malhando, se exercitando, o que é muito bom pro corpo. Eu mesmo faço pilates que é algo muito bom, e sempre vem alguém falar “bagulho de mulher, esquema é fazer musculação”. Para esses eu digo: irmão, você enrijece sua musculatura mas você não relaxa nem solta esses músculos. Quando  que você vai ter um relaxamento de coluna, ou das suas pernas para que você possa se locomover com mais idade, que é o que eu estou me preparando, para continuar tendo mobilidade. Quantos caras na quebrada, vão ficando mais velhos, deixando de se exercitar e cuidar do corpo, perdendo a mobilidade. Quantas senhoras na quebrada vão perdendo a mobilidade. É preciso refrigerar o corpo assim como a alma. Meditação é a palavra.

As pessoas me falam “pô, não tenho dinheiro pra isso, tô desempregado”, eu encontro com essas pessoas todos os dias e eu entendo, nós estamos no país do retrocesso e não há quem salve todas essas pessoas. Mas a meditação é livre e gratuita, além de terem ferramentas para meditação disponíveis online. Vídeos e trilhas sonoras relaxantes, que estimulam o equilíbrio mental, corporal e espiritual. É só jogar no youtube: “meditação guiada” e pronto. Ao invés de ficar nos jogos, nas séries, nos reality shows, tente algo alternativo, tenha um tempo consigo mesmo e relaxe sua mente. Medite, nem que seja um pouco todo dia, 10 minutos olhando para dentro de você, conversando consigo mesmo, observando seus órgãos, dialogando com suas personas e refrigerando a sua alma. Isso lhe fará muito bem. Meditação é uma arma poderosa para você se conhecer, para você não deixar esses problemas do cotidiano entrarem na sua cabeça.

O que atrofia o corpo, muitas vezes não está diretamente ligado ao que você faz com ele, mas sim com a maneira que o corpo é influenciado pelos nossos pensamentos, nosso modus operandi mental está em conexão com o nosso corpo. Um espírito doente, adoece sua casca.

Acumulando problemas que às vezes não são só seus. Conheço muita gente que com essa situação do governo atual está revoltado, puto, preocupado. Eu também estou revoltado, preocupado. Mas nós não somos a palmatória do mundo. Nós temos que deixar esse tipo de problema ir embora em algum momento. É um problema que avança? Vamos combater, vamos lutar. Mas e você com você mesmo? Quando você se olha no espelho o que você vê? Não sejam receptáculos de problemas. Não deixa aquele inquilino lá, que não tá nem aí, deixando você preocupado, morando de graça na sua cabeça. Então, dialogue com esse inquilino.

Acerte com ele o que ele precisa pagar para que você não alimente esse rancor. Independente da sua negociação, é importante você se aliviar dos problemas que te cercam, para que você possa olhar, em algum momento, para dentro de si mesmo. Olhar para dentro de nós. Isso às vezes nos faz sentir constrangidos pelos nossos pensamentos negativos; raivas e rancores viram bobagens quando estamos em sintonia com quem nós somos. “O combinado, não sai caro” e dessa forma você livra do ódio, do ressentimento, do rancor, do egoísmo que é o que o sistema planta. 

A revolução principal, às vezes não está no externo, naquilo ao seu redor, mas sim dentro de cada um, dentro de você. Muita gente quer fazer revolução fora, mudar o sistema como um todo, mas pense bem, se você mudar esse sistema, o que você fará e quem você será quando isso acontecer se você não estiver preparado para resolver as suas questões psíquicas ou o seu eu interior? Resolver problema dos outros? Conselho pros outros? 

As pessoas falam que eu sou um bom palestrante, eu me considero um terrível professor, eu não sou um cara bom de dar aula sobre literatura, poesia… por isso eu não aceito dar aula quando me chamam, quando me chamam para ministrar um curso, eu não faço e nem nunca fiz isso. Algumas instituições me procuram para poder dar aula sobre literatura, poesia, sobre os escritores russos, sobre literatura marginal… e eu não faço. Eu sei a minha limitação de dar aula, saber é uma coisa e ensinar é outra. Agora, na palestra eu consigo me virar melhor. Como? Buscando conhecimento, estudando e procurando me conhecer e me estudar também. Às vezes você precisa recorrer aos livros, aos documentários, à informação, mas junto também de você interiorizado e olhando para dentro de si, sintonizado, na frequência certa, seu corpo, sua mente e seu espírito em harmonia. Pra quando você for passar para o outro, você passar algo útil ou mudar a vida dela.

Independente do esporte que você pratica, da qualquer cultura que você esteja dentro, seja na capoeira, no karatê, na natação ou na academia, tire também um tempo para a sua alma, pro seu interior, porque se não as pessoas vão começar a morar de graça dentro da sua cabeça. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email