Não é hora de fragmentar. Cada voto conta...

Façamos nosso trabalho de militantes, relembrando aqueles que esqueceram o quão bem já vivemos com Lula e como estamos comendo migalhas com Bolsonaro

www.brasil247.com -
(Foto: Ricardo Stuckert)


Na última terça-feira, 16 de agosto, começou oficialmente o período eleitoral.

Dada a largada, é hora de irmos às ruas conversar com parentes, amigos, vizinhos, colegas de trabalho, o máximo de pessoa que pudermos, sobre a importância de elegermos o presidente Lula ao Planalto ─ no primeiro turno, de preferência ─, além de um Congresso Nacional comprometido com os anseios do povo brasileiro.  

Jovem, adulto, adolescente, indecisos. Cada voto conta. Por isso, é extremamente necessário fazermos aquele trabalho de formiguinha para o convencimento. Quem já esteve ou segue em luta no movimento sindical, assim como eu, sabe como essa tarefa é importante.  

É fundamental que tenhamos a consciência de que é hora de nos unirmos. Está mais do que claro que o único candidato ao Planalto com condições para derrotar Bolsonaro nas urnas é Lula. Dessa forma, nós, do campo progressista, que lutamos por um Brasil feliz de novo, precisamos levar essa mensagem adiante.  

Por onde passarmos, que deixemos um recado em alto e bom som: “Companheiras e companheiros, não é hora de fragmentar! É tempo de união”. Não há meio termos. No cenário atual, quem não vota em Lula está fortalecendo a reeleição de Bolsonaro.

Ele já tem os seus votos fieis, que, assustadoramente, não são poucos. Nós, de cá, também somos gigantes em números, mas de nada adiantará se houver divisões. Votar em candidato A ou B, que não seja em Lula, é dar a Bolsonaro chances reais ter um novo mandato, o que, na prática, significaria um desastre para o Brasil e para o povo brasileiro.

Não estou aqui querendo ditar regras e controlar o seu voto. Muito pelo contrário. Afinal, sou um defensor fervoroso da Democracia e acredito que cada cidadã e cidadão deva ter o direito e a liberdade de escolher o candidato com o qual se identificar. O que quero dizer é que, se você quer um Brasil sem Bolsonaro, não há outra opção real a não ser Lula. As pesquisas têm mostrado que não há outro candidato com chances reais de eleição. Para se ter ideia, o terceiro candidato nas pesquisas de intenção de voto não chega nem aos 10%. Isso a pouco menos de dois meses para o primeiro turno.  

Por isso, façamos nosso trabalho de militantes, relembrando aqueles que esqueceram o quão bem já vivemos com Lula e como estamos comendo migalhas com Bolsonaro.  

Pelo Brasil feliz de novo, vamos à luta! 

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247