CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Nêggo Tom avatar

Nêggo Tom

Cantor e compositor.

331 artigos

blog

O Cristo que não irá ressuscitar no terceiro dia

Quem acha que pode usar a mesma representação do sofrimento de Cristo na sua vida pessoal deve estar preparado para as consequências

Quem acha que pode usar a mesma representação do sofrimento de Cristo na sua vida pessoal deve estar preparado para as consequências (Foto: Nêggo Tom)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

"Usei as marcas de Jesus, que foi humilhado, agredido e morto. Justamente o que tem acontecido com muita gente no meio GLS, mas com isso ninguém se choca." A frase que dá início ao meu artigo é de autoria da transsexual Viviany Beleboni, que "desfilou" na parada gay encenando o calvário e a crucificação de Cristo. Existem tantas verdades para serem ditas sobre a parada LGBT e principalmente sobre esse episódio, no mínimo infeliz, protagonizado pela transsexual, que a gente acaba julgando melhor não falar tudo o que pensa. Mas algumas coisas não podem passar em branco. Até porque quem acha que pode usar a mesma representação do sofrimento de Cristo na sua vida pessoal deve estar preparado para as consequências. Ele suportou o açoite e todas as dores que lhe impuseram. Será que a Viviany também irá suportar o que pode vir por aí?

Sobre a declaração dada por ela, gostaria de fazer algumas ponderações. Jesus foi humilhado, agredido e morto, não porque arriscava a sua integridade física se expondo à noite ou de madrugada pelas ruas de Jerusalém, vendendo o corpo para ganhar dinheiro, como algumas travestis fazem e por isso acabam ficando mais expostas à violência. Isso não significa que quem vende o corpo para ganhar dinheiro mereça ser humilhado, agredido ou morto. Claro que não! Qualquer tipo de violência contra o ser humano é abominável e passiva de punição como prevê a lei. Mas quem está inserido nesse contexto social deve saber bem os riscos aos quais estão expostos. Estou apenas mostrando como a comparação feita por ela é absurda e fora de propósito. Cristo foi crucificado por querer um mundo igual e justo, onde todos se respeitassem e se amassem sem distinção de qualquer ordem ou natureza. Isso não significa que ele aprovaria que todos fizessem o que bem entendessem com suas vidas. Também não creio que Jesus estaria tratando a causa homossexual da mesma forma que alguns que se dizem seus representantes na terra o fazem. Ele falaria a verdade, mas com amor e acolhimento. Até porque ele sim poderia servir de exemplo, ele sim tem amor puro no coração, ao contrário de alguns dos seus "representantes" de hoje.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Eu fiquei imaginado o que estaria acontecendo agora se ela tivesse usado a figura de Maomé para representar o seu sofrimento, ou se os símbolos do Islamismo tivessem sido usados com deboche pelos organizadores na parada gay. Será que o Islã entenderia que tudo não passou de um protesto de uma minoria oprimida? Tenho certeza que não. A essa altura ela já teria realizado o sonho de Ícaro e mesmo sem querer estaria voando pelos ares. Ela ou os seus pedaços. O problema é que alguns cristãos brasileiros também são fundamentalistas e como tais, por vezes esquecem a razão e se deixam levar pela insanidade religiosa. Não duvido que alguns desses tentem alguma coisa contra vida dessa travesti. E não duvido também que caso algo de mal lhe aconteça, esses dirão que foi castigo de Deus. Mas ao contrário do que muitos estão dizendo, talvez não seja Deus quem vai castigá-la pelo desrespeito. Talvez o próprio destino e a ordem natural das coisas se encarreguem disso. A gente colhe aquilo que planta. Deus é misericordioso. Se ele fosse de castigar impiedosamente todos que enganam e brincam com o nome dele, muitos lideres religiosos já não estariam mais entre nós. Ela talvez seja ignorante espiritualmente. Não deve ter noção do que significa a imagem de Cristo na cruz para os cristãos. Imprudência dela e de quem achou bonito essa atitude infeliz. Mesmo assim ainda acho que falsos profetas e falsos líderes cristãos com suas pregações mentirosas e oportunistas desagradam a Deus tanto quanto essa encenação desrespeitosa que fizeram com a imagem de Jesus.

Talvez se não tivéssemos tantos picaretas e charlatões dando maus exemplos nas igrejas, a palavra de Deus não cairia no descrédito e não seria motivo de escárnio entre aqueles que não comungam da mesma fé. Um bom exemplo sempre é respeitado. Esses falsos profetas, falsos líderes religiosos, enganadores, furtadores de dízimos também são culpados disso. Os LGBT'S querem atingir a esses falsos moralistas que não sabem pregar a palavra de Deus com amor ao próximo e só pregam por amor ao dinheiro, mas como talvez lhes falte discernimento para separar as coisas, acabam ofendendo a todo um simbolismo cristão e vão sofrer as consequências naturais por isso. Poderiam ter feito outro tipo de protesto. Poderiam estar lutando pela inclusão dos transsexuais no mercado de trabalho, por exemplo. Por que não o governo estabelecer uma cota obrigatória nas empresas para admissão de transsexuais? Não me lembro de ter ouvido algum clamor por isso vindo da parte deles. Tendo um trabalho digno, que os valorizem como pessoas, seja trabalho formal ou informal, muitos estariam livres da exposição nas ruas onde muitos precisam se prostituir para ganhar o sustento. Imagino que alguém que esteja lendo me questione por dizer que se prostituir não é digno. Eu acho que não é. Não é julgamento. É apenas a minha opinião. Não serve de regra para ninguém, mas é o que eu penso. Alguém gostaria que a sua filha ou filho sobrevivessem de prostituição? Mas é claro que se a sociedade os exclui do mercado de trabalho, essa acaba sendo uma alternativa, não a única, para eles se manterem.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Tão absurda quanto a cena "estrelada" por Viviany é ver a hipocrisia de muitos que se dizem defensores da causa gay, mas se sentiriam desconfortáveis ao verem uma travesti como gerente da sua agência bancária, como caixa do supermercado ou como a médica que fosse lhe atender. Eu pergunto: por que não? Desde quando a sexualidade interfere na capacidade profissional de alguém? Eu respondo. Desde que o profissional não queira impor ou induzir a sua orientação sexual aos outros. Simples. Que desconforto poderia me causar ser atendido por uma transsexual? Nenhum. Alguns que dizem sentir tal desconforto e as apedrejam em público, são os mesmos que as procuram para satisfazerem os seus desejos mais secretos. Falsos moralistas. Mas a verdade é que esse protesto foi um tiro no próprio pé. Acabaram atraindo para si mais repressão e mais preconceito. Já não bastasse em outras oportunidades, e em outras marchas, terem usado o cruscifixo para se masturbarem, terem usado a imagem de santos católicos caracterizados como homossexuais, agora foram ainda mais longe. Pegaram Cristo pra "Cristo". Lamentável porque Jesus não os abomina e nem deixa de amá-los como pessoas. Então por que ofender a sua imagem? Por que atacar ritos cristãos? Desnecessário.

Como diz Caetano Veloso: "Gente foi feita para brilhar", independente de cor, religião, sexo ou condição social. Assim como queremos que a nossa estrela brilhe, deixemos a estrela dos outros brilhar. Não sejamos odiosos com quem é diferente de nós em algum aspecto. Cada um tem o seu histórico de vida, sua dor interna, seu sofrimento diário. Apesar do respeito ser uma via de mão dupla, ainda sim é possível entrar na contramão quando invadimos a faixa do outro em direção contrária. Vai haver choque. Vai haver acidente. Teremos vítimas. Teremos morte e cruz, mas não haverá ressurreição.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO