O encontro de Porto Alegre

A TV 247, sem querer e sem planejar, está revolucionando o conceito de comunicação pois é sustentada financeiramente pelos seus assinantes, também participam das reuniões de pauta, também se tornam comentadores-convidados, tem a palavra assegurada durante a programação da TV, e na informalidade, a comunicação parece uma grande roda de conversa!

www.brasil247.com - O encontro de Porto Alegre
O encontro de Porto Alegre


Sábado, dia 25 de maio, estive no encontro de assinantes do site 'Brasil 247'. Nos reunimos lá em um ambiente de acolhimento e afetividade ímpar, por iniciativa do site, que teve a feliz ideia de convocar seus assinantes para estarem juntos pelos estados do Brasil. Começou por Porto Alegre.

Um dia inteiro de debates com a liderança local – jornalistas da imprensa livre, políticos eleitos. Estive junto com Maria do Rosário que emocionada falou da sua vitória sobre Bolsonaro, da vitória de todas nós. Tive a oportunidade de falar, como assinante do 247 e não como professora da UNICAMP, sobre a Mente Fascista em Christopher Bollas.

Uma petroleira deu um bom recado. Dilma Rousseff, presente no encontro, se sentiu à vontade para nos contar muitas coisas e considerar outras tantas, de maneira muito livre. Ela estava muito bem e falou muito bem!

Saímos todos nós – os participantes e os organizadores: os Leos ao quadrado, Gustavo Conde Gisele Federicce - do "encontro de assinantes" embriagados. Algo ali se passou e foi muito novo para todos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tenho alguns palpites: a TV 247, sem querer e sem planejar, está revolucionando o conceito de comunicação pois é sustentada financeiramente pelos seus assinantes, também participam das reuniões de pauta, também se tornam comentadores-convidados, tem a palavra assegurada durante a programação da TV, e na informalidade, a comunicação parece uma grande roda de conversa! – e tudo isso sem perder a qualidade jornalística e a crítica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A iniciativa de participação nos estados adicionou porém outro ingrediente não previsto: o afeto, o encontro, a alegria de estar juntos... E isto se chama micro-política.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A esquerda, desde sempre voltada para o estado e a política representativa, sem querer, premiada pelas circunstâncias políticas atuais, iniciou seu movimento em direção à micro-política. Foi isso, exatamente isso, que causou a embriaguez afetiva, transbordávamos por todos os lados...

Inspirada em Gilbert Simondon penso que tivemos nesse sábado a experiência de uma individuação: lá em Porto Alegre, deixamos de ser "indivíduos-modernos-identitários" e nos tornamos uma grande corrente de energia e de relações nos transformando intensamente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Penso que tivemos a experiência de um Acontecimento, no sentido deleuziano, que não pará de dar notícias de si... Esse sábado continuará emitindo pensamentos não pensados: não acabou, nem acabará no dia 26/5!

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email