O Mistério da Iniquidade

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A Bíblia fala do mistério da iniquidade.

Quando o ódio generalizado parece ditar todo o comportamento.

Por exemplo, o juiz que transfere os casos contra o cidadão Lula, de Curitiba para o DF, por ordem do STF, mas, mantem o bloqueio financeiro tanto do cidadão quanto do Instituto que leva o seu nome.

PUBLICIDADE

Ou quando o governador do maior Estado da Federação reflui no fechamento geral para atender à pressões econômicas.

Ou quando um pastor insiste na abertura dos templos num tempo de recorde de mortes por causa do covid 19 e suas variantes, que só pode ser evitado com isolamento, distanciamento e máscara e só pode ser tratado com vacina.

Ou quando um outro pastor insiste que há um feijão que, regado por fé comprovada por contribuição financeira, evita ou cura o covid 19.

PUBLICIDADE

Ou quando uma bilionária dívida das Igrejas é perdoada, aparentemente, em troca de jejum que toma Deus como acumpliciável.

Ou quando o presidente do país admite que não pode haver fechamento geral porque ele precisa vencer as eleições.

Ou quando o Congresso apoia proposta que penaliza o servidor público para garantir renda básica aos cidadãos lançados à agrura da fome, quando taxar a riqueza e executar as dividas milionárias junto ao erário público seria medida mais do que suficiente e de justiça social.

PUBLICIDADE

Ou quando charlatães empurram vermífugo como tratamento precoce para o covid.

Ou quando a autonomia do BC concede ao rentismo o aumento da taxa de juros.

Como diz a Bíblia: “O mistério da Iniquidade já opera…” 2Ts 2.7 E atua contra os vulnerabilizados e empobrecidos.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email