O mundo de olho no julgamento político de Lula

A mídia enquadrou o TRF4. Assim: se os desembargadores absolverem o Lula, o que tecnicamente seria o mais razoável, terá que enfrentar a fúria das Vejas e Globos da vida; Se condenam o ex-presidente passará a imagem para o mundo inteiro de que a Justiça no Brasil de fato não é Justiça

A mídia enquadrou o TRF4. Assim: se os desembargadores absolverem o Lula, o que tecnicamente seria o mais razoável, terá que enfrentar a fúria das Vejas e Globos da vida; Se condenam o ex-presidente passará a imagem para o mundo inteiro de que a Justiça no Brasil de fato não é Justiça
A mídia enquadrou o TRF4. Assim: se os desembargadores absolverem o Lula, o que tecnicamente seria o mais razoável, terá que enfrentar a fúria das Vejas e Globos da vida; Se condenam o ex-presidente passará a imagem para o mundo inteiro de que a Justiça no Brasil de fato não é Justiça (Foto: Robert Lobato)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Na próxima quarta-feira, 24, teremos o desfecho do espetáculo político patrocinado pela Lava Jato e os carrascos da chamada República de Curitiba, com o juiz Sérgio Moro na condição de abre alas dessa patuscada.

O ex-presidente Lula tende a ser condenado num processo que tem de tudo, tudo mesmo, menos provas de que o petista é dono do tal triplex na praia do Guarujá (SP).

A mídia enquadrou o Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Assim: se os desembargadores absolverem o Lula, o que tecnicamente seria o mais razoável, terá que enfrentar a fúria das Vejas e Globos da vida; Se condenam o ex-presidente passará a imagem para o mundo inteiro de que a Justiça no Brasil de fato não é Justiça, mas fóruns que atuam conforme as conveniências políticas. Uma lástima!

E esse julgamento é escandalosamente político.

Essa turma, Moro, Dallagnol & Cia Ltda são uns irresponsáveis e parecem que estão dispostos a convulsionar o país por através de um fundamentalismo jurídico que sequer encontra respaldo na Constituição do país.

Juristas renomados de todas as correntes e escolas de pensamentos, da esquerda à direita, afirmam que não há bases técnicas para condenação de Lula nesse maldito caso do triplex.

Mas a seita justiceira de Moro, Dallagnol & Cia Ltda não está nem aí para as leis e para o nosso ordenamento jurídico. O que importa é prender Lula e deixá-lo inelegível para as eleições de outubro de 2018 e, de quebra, enfraquecer o PT para toná-lo um partido nanico.

Um estratagema de direita altamente arriscado, na medida que um partido de massas e com a base social que o PT possui é difícil afirmar o que poderá ocorrer no país a partir desse fatídico 24 de janeiro de 2018.

É aguardar e conferir.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247