O parlashopping

Kim, o Menino Maluquinho, vai ao Congresso protocolar mais um pedido de impeachment da presidenta. Não sabe ele que os parlamentares têm assuntos muito mais importantes e muito mais urgentes para tratar



Quando o Pequeno Kim, heroi dos midiotas, iniciou sua marcha para Brasília, o Brasil se encheu de curiosidade com a presença de uma inusitada marchadeira.

É que uma analfabeta política, exibindo garbo, se juntou à multidinha e potóco, potóco, potóco, pernas para o Planto Central.

O que faria essa saltitante donzela no meio daquela passeata, puseram a se perguntar atônitos curiosos em bares, feiras de livros, estádios vazios, velórios e até em presídios.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Certeza que ela acreditou que se tratava de uma caravana de jovens que dormiriam na esplanada à espera da inauguração do Parlashopping, um shopping center anexo ao Congresso e com estacionamento vertical e pago.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma espécie de Daslu do cerrado. Coisa de gente granfa.

Dizem que a edificação monumental terá a forma de um jabuti. Niemeyer morreu e, como não previu essa urgentíssima demanda parlamentar, não rabiscou nada que se parecesse com um centro de compras e de diversão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apesar de ter emplacado na esplanada um grande jabuti com o rabo curvado, conhecido como Museu da República.

Pelo twitter, a garbosa marchadeira recebeu a informação de que o shopping parlamentar ainda estava no papel e sem previsão de inauguração.

A moça deu meia volta e voltou ao Iguatemi, para lamber um delicioso e colorido sorvete importado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mas a enquete continua, as pessoas perguntam umas às outras em bares, boates, academias, prostíbulos, food trucks, em acareações da justiça e mesmo na Grande Ordem dos Surdo-mudos: por que diabos um shopping, o que terá nele?

De um coisa todos sabemos, no shopping do Congresso jamais terá black friday, porque friday parlamentares não trabalham.

Jaça terá ali um amplo salão, só para homens: tintura em bigodes, poda em barbas, pinça em sobrancelhas...

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já ouço Feliciano entrando de mãos dados com Bolsonaro no famoso coiffeur, todo amistoso e fanfarrão: "Jaça, apara na frente e pica atrás."

Diferente dos shoppings convencionais, o Parlashopping não terá lanchonetes, chega daquela budega do Buani, aquele farofeiro que dedurou Severino Cavalcanti por superfaturamento de quentinhas em sua fuleira lanchonete na Câmara.

O Parlashopping terá somente churrascarias e restaurantes, o Piantella já reservou espaço que terá a mesma mesa reservada ao eterno Dr. Ulisses, o náufrago.

E oh, esquece essa de pongar em manifestações somente com o intuito de dar rolezinho no Jabutizão, no Parlashopping só entrará de crachá, porque será um shopping exclusivo.

Jane Corner e outras cafetinas da capital já tentam barrar a obra, que terá um efeito devastador no rufianismo, no lenocínio e na cafetinagem em Brasília.

É que agora as esposas dos parlamentares não sairão mais da capital. E já cobram dos maridos uma emenda parlamentar que inclua o Bolsa Louis Vuitton família.

Uma vez que nada nesse shopping será pago com dinheiro vivo, as lojas estarão credenciadas a aceitarem somente cartões corporativos, tickets e vales corporativos.

Sairá tudo do bolso do contribuinte.

Eraldo Pereira terá dificuldade de fazer o seu pinga-fogo no salão verde. Daqui pra frente tudo será feito no shopping.

Deputados e deputadas darão entrevistas sobre cortes no orçamento enquanto enxáguam os cabelos, fazem as unhas, beliscam um camarão ou experimentam um sapato agulha.

O Pequeno Kim, e seu pequeno grupo de órfãos de Aécio, continua sua marcha ao Planalto, para se proteger da chuva ele colocou uma panela na cabeça.

O Menino Maluquinho vai ao Congresso protocolar mais um pedido de impeachment da presidenta. Não sabe ele que os parlamentares têm assuntos muito mais importantes e muito mais urgentes para tratar.

Ao chegar em Brasília, o Pequeno Kim vai se deparar com uma imagem que nunca mais sairá de sua cabeça, a fachada do Congresso Nacional.

O desenho é claro, o Congresso Nacional é um Grande Agá.

Palavra da salvação.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email