O que é viver senão lutar? A Presidência de Haddad

O jornalista e professor Igor Fuser, apresentador do programa Geopolítica na TV 247, escreve sobre o cenário depois de uma possível vitória de Haddad nas eleições: "Sem dúvida, um (cada vez mais) possível mandato presidencial de Haddad será marcado pelo conflito, pois as mesmas forças que impulsionaram o golpe de Estado em 2015/2016 farão de tudo para inviabilizar o novo governo a partir de 2019"

O que é viver senão lutar? A Presidência de Haddad
O que é viver senão lutar? A Presidência de Haddad (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News

Aos que hesitam em apoiar a candidatura de Haddad/13 com base na previsão de que as forças conservadoras farão de tudo para tornar seu mandato ingovernável, minha resposta é a seguinte:

Sem dúvida, um (cada vez mais) possível mandato presidencial de Haddad será marcado pelo conflito, pois as mesmas forças que impulsionaram o golpe de Estado em 2015/2016 farão de tudo para inviabilizar o novo governo a partir de 2019.

Esse conflito é inevitável,a menos que a gente queira se conformar com o fim dos direitos trabalhistas, com a destruição do ensino e da saúde públicas, com a entrega das riquezas nacionais (como o pré-sal) aos interesses estrangeiros, com o abandono de qualquer perspectiva de desenvolvimento econômico e social.

Luta vai haver, de uma forma ou de outra.

PUBLICIDADE

A eleição faz parte dessa luta. A vitória de um candidato de esquerda, especialmente se for do PT, que sofre uma campanha sistemática de criminalização e foi atingido diretamente com a deposição ilegal da presidenta Dilma Rousseff, representará uma derrota fragorosa dos golpistas.

Mas a burguesia não conformará com isso e usará todos os seus podres poderes, dos pit bulls do Judiciário ao oligopólio da mídia, dos religiosos picaretas ao empresariado fascista, dos militares gorilas aos delinquentes das redes virtuais de fake news, para anular a vitória popular e bloquear o regresso do país à democracia.

PUBLICIDADE

Com Haddad na Presidência as forças populares estarão, ao menos, numa posição mais forte para enfrentar os inimigos do povo e do Brasil.

E o que é a vida senão uma luta constante?

PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email