O sonho e a realidade caminham juntos: Lula presidente

E o que diria um dos povos mais sofridos da Terra ao eterno presidente que resiste no cárcere da injustiça: "Não queremos mais ser apenas MASSA DE MANOBRA, apesar de sabermos que a perfeição não existe; basta de miséria e mentira! agora é Lula presidente, de fato e de direito”

(Foto: Stuckert)

O que um chanceler poderia discursar em Rede Nacional se às suas mãos chegasse uma carta aberta escrita a duzentas e dez milhões de mãos, ou seja, pelas mãos do povo brasileiro. O número é simbólico, já que parcela do todo não participaria da confecção de esta narrativa histórica. Certamente os inumanos não assinariam a carta.

Óbvio que esta carta seria um grande pedido de socorro. O Chanceler poderia ser qualquer pessoa comprometida com a verdade. Aliás, há um versículo bíblico muito sério que diz o seguinte: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Hoje,ainda enclausurado na masmorra de Curitiba, o Lulinha paz e amor aguarda uma possível soltura que o leve direto aos braços do povo e à guisa de Getúlio Vargas: guardadas as devidas proporções, Lula sairia do claustro para entrar para a História...

A máxima evangelística subscritada acima e que está grafada no capítulo 8 e versículo 32 da Palavra de Deus (dita por Jesus) faz todo o sentido, porém mencionada por mercenários da fé e/ou da política tornam o conceito um tanto quanto refratário.

Como escritora, historiadora e atriz tenho pavor de qualquer projeto ou programa que seja para inglês ver - como por exemplo: RENOVA; como sinto pânico de possíveis governantes/televisivos que desejam poder acima de tudo. Já assisti a reuniões do PARTIDO DOS TRABALHADORES, e lá nunca vi a “palavra na tribuna” ser restrita apenas aos endinheirados. A desfaçatez dos seres em falsear sua modéstia soa mais borgiana do que nunca nesses novos tempos de incultura e desinformação.

E o que diria um dos povos mais sofridos da Terra ao eterno presidente que resiste no cárcere da injustiça:

“Presidente Lula, hoje é dia 21 de outubro de 2019 - feriado em homenagem aos comerciários, e a Economia está moribunda; não há mais Ministério do Trabalho no Brasil, vivemos às expensas de uma Reforma Previdenciária que nega direito – aumentando os anos de trabalho, e nos relegando a uma condição de imobilidade social (com desgaste) e apressamento da velhice e da morte; muitos se recordam...

Com veemente saudade do tempo do sindicalismo, onde o senhor foi um combatente firme e leal. Não desejamos andar nauseados pelas terras manchadas do sangue dos nossos iguais (em face às políticas que visam atirar nas cabeças de inocentes). “Presidente Lula”! não desejamos passar de mão (neoliberal|) em mão (neoliberal) sendo usados por presidentes demagogos e totalitaristas – que alternem no poder elementos sincréticos da televisão e da religião. Não queremos mais ser apenas MASSA DE MANOBRA, apesar de sabermos que a perfeição não existe; basta de miséria e mentira! agora é LULA PRESIDENTE, de fato e de direito.”

Ao vivo na TV 247 Youtube 247