O Zoológico de Brasília

Brasília vem ocupando o noticiário com referências diretas a animais. São cavalos que dão coice, cachorros que voltam para os donos, emas com bico solto e ratos, muitos ratos

(Foto: Miguel Paiva)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília vem ocupando o noticiário com referências diretas a animais. São cavalos que dão coice, cachorros que voltam para os donos, emas com bico solto e ratos, muitos ratos. Que me perdoem os animais mas é preciso organizar um pouco esse zoológico. Compilamos aqui, com a ajuda dos nossos assinantes queridos, algumas frases famosas com animais para ajudar os jornalistas na hora das analogias com os humanos pensantes e para os humanos pensantes aprenderem com os animais como se comportar. Que os animais sejam úteis e que não virem prato na mesa dos mensais palacianos.

Galinha que segue pato se afoga.

Rio que tem piranha jacaré nada de costas. 

Cão que ladra não morde!

A banana vai engolir o macaco.

Quem fala demais dá bom dia a cavalo.

Jacaré que dorme na praia vira bolsa de madame.

Gato escaldado tem medo de água fria.

Os cães ladram e a caravana passa.

Macacos me mordam.

Na hora da fome urubu é galinha.

Cachorro mordido por cobra tem medo de linguiça.

Passarinho que anda com morcego dorme de cabeça para baixo.

Camarão não anda a onda leva.

Está com cara de cachorro que peidou na igreja.

Não dê asas a cobra.

Cachorro velho não aprende truque novo!

Igualzinho pinto no lixo!!!!

Cachorro não mija em fogueira.

Quando um burro fala o outro abaixa a orelha.

Quando o rabo balança o cachorro!!!!!!!

Onde fui amarrar o meu bode?

Macaco velho não mete a mão em cumbuca.

Sabiá que segue joão de barro vira ajudante de pedreiro.

Estar no mato sem cachorro.

Chorar lágrimas de crocodilo.

Cavalo dado não se olha o dente!!!

Lagoa que tem sapo mosquito não dá rasante.

Pinguim é pássaro mas não voa.

Papagaio come milho e periquito leva a fama.

Quem não tem cão caça com gato !

Quem fala demais dá bom dia a cavalo.

Urubu voa com uma asa e com a outra se abana.

Aonde vai a vaca o boi vai atrás. 

A vaca foi pro brejo.

Cor de burro quando foge ( corra de burro quando foge).

Mais perdido que cachorro em dia de mudança. 

Está mais para urubu que para colibri.

Uma andorinha só não faz verão.

Faceiro como mosca em tampa de xarope.

Urubu não dá marcha a ré.

Não se vende o couro, antes de matar a onça.

Paca, tatu. cotia, não.

Um olho no peixe outro no gato!

Judiado como filhote de passarinho em mão de piá.

Pra burro velho, o negócio é capim novo.

Se faz de porco vesgo pra comer em dois cochos.

Quando está frio o cachorro campeiro caminha em três patas.

Jacaré não tem pescoço.

Mais vale um pássaro na mão do que dois voando.

Malandro é o gato que já nasce de bigode pra não servir ao exército!

Mais cheio que corvo em carniça de vaca atolada.

Mais apressado que cavalo de carteiro.

Tá pensando que focinho de porco é tomada?

Mais curto que coice de porco.

Boi de piranha.

Galo onde canta, aí janta.

À noite todos os gatos são pardos.

Tanto a raposa vai ao ninho que um dia deixa o focinho!

Praga de urubu, não pega em cavalo  forte.

Orelha de elefante não é abano.

O mar não está pra peixe

Baba de jegue não é arroz doce.

Borboleta só voa em dupla.

Passarinho que come pedra sabe o cu que tem.

Senta que o leão é manso.

O rato roeu a roupa do rei de Roma

Coruja dorme com o olho aberto.

Elefante é sábio. Sabe a hora de sair de cena

Os ratos começam a abandonar o navio

Tucano só mete o bico onde não é chamado.

Ema democrática sabe o presidente que bica

Cobra sabida usa o veneno na pessoa certa.

Cachorro achado não é doado.

Cavalo de parada não escolhe o cavaleiro

Jegue quando tem chance vira até presidente.

Enquanto a imprensa se distrai com a pandemia nós passamos a boiada.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247