Onde está o crescimento do Bolsonaro?

O que devemos fazer é: continuar debatendo com a população e mostrando que Bolsonaro não tem propostas para os problemas reais: emprego, educação, renda e crescimento

Onde está o crescimento do Bolsonaro?
Onde está o crescimento do Bolsonaro? (Foto: Gustavo Lima - Ag. Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

As pesquisas ibope e datafolha apontaram o crescimento de Jair Bolsonaro nos últimos dias, principalmente após os atos do dia 29. por incrível que pareça, tal crescimento, segundo os institutos, se deu no eleitorado feminino. 
 
Algumas ponderações:
 
1- De sábado pra cá, uma nova leva de apoios chegou para ele: parte significativa dos evangélicos. Alguns pastores "conhecidos" como Edir Macedo entraram no jogo e declararam o voto em Bolsonaro e, junto com eles, uma fração dos fiéis de suas igrejas. 
 
2- A imprensa reagiu com euforia a alta da bolsa e atribuiu às pesquisas, mas fui alertada por um economista que essa alta já era prevista devido ao crescimento da dow jones (americana), o que não teria relação alguma com ibope e datafolha. 
 
3- Uma parcela de indecisos de direita, amoêdistas, meirellistas e alckmistas, em efeito manada, migraram para o Bolsonaro, enquanto a esquerda segue dividida entre haddad, ciro e indecisão. 
 
Assim, o que devemos fazer é: continuar debatendo com a população e mostrando que Bolsonaro não tem propostas para os problemas reais: emprego, educação, renda e crescimento. Além disso, até agora, ele ficou de boca fechada. basta ver seus vídeos e entrevistas para crer que ele, ao abrir a boca, pode ser o melhor cabo eleitoral contra si mesmo. há ainda muito chão pela frente.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247