Operação de cobertura da fakefacada ainda prevalece

É preciso ressaltar as coincidências de significantes entre o momento e circunstâncias da fakefacada com signos militares ( Bolsonaro -6 de setembro, Mourão- Juiz de Fora- tanques Gen. Mourão- golpe de 64 ), típico de quando se trabalha com Programação Neuro Linguística, como órgãos e empresas vinculadas à inteligência costumam usar.

Facada no mito: se PF faz vistas grossas, caberá ao Congresso Nacional investigar a verdade
Facada no mito: se PF faz vistas grossas, caberá ao Congresso Nacional investigar a verdade

O Presidente Lula foi provocado a tocar no assunto da falsa facada pela jornalista da BBC. Vamos tentar mostrar que realmente há muitas evidências de que o episódio é uma encenação de black propaganda e false-flag. Black propaganda é um termo cunhado pela inteligência americana para divulgação de propaganda negativa dos oponentes em uma guerra de informação. Atualmente, quando se refere ao uso de redes sociais estas peças são chamadas de fake-news. False-flag , ou falsa bandeira é quando quer se atribuir um ato de agressão ao adversário quando na realidade foi ato praticado pelo próprio time, no caso procuraram vincular Adélio com a esquerda, Psol e Pt. Vejamos como é abordada a propaganda na wikipedia:

A propaganda pode ser de três tipos: branca, cinzenta e negra. Propaganda branca é aquela que vem de uma fonte corretamente identificada. Propaganda cinza é aquela que pretende vir de uma fonte neutra, mas na realidade vem de um adversário. A propaganda negra, a mais daninha, é aquela que apresenta outra fonte, e não a verdadeira. Recorre a ambiguidades, segredos e mistérios, para encobrir sua origem e suas verdadeiras intenções. É a mais utilizada nas operações clandestinas (ou encobertas) dos serviços de inteligência, e é principalmente subversiva. Quando é usada por governos para construir uma verdade oficial, a propaganda pode ser de qualquer um dos três tipos.

Dentro do time de marketing político da direita internacional, Trump já tinha usado um suposto atentado. Estes fatos servem para unificar o time, colocando-o como vítima de agressão ao mesmo tempo que deposita no inimigo o papel de criminoso.

Para a eleição de Bolsonaro foi decisivo ter recebido a imposição de mãos dos militares, vinculando-o a suposta salvação dos comunistas que o golpe militar havia operado, atuando como passado mítico que este governo viria restaurar. Alías, é preciso ressaltar as coincidências de significantes entre o momento e circunstâncias da fakefacada com signos militares ( Bolsonaro -6 de setembro, Mourão- Juiz de Fora- tanques Gen. Mourão- golpe de 64 ), típico de quando se trabalha com Programação Neuro Linguística, como órgãos e empresas vinculadas à inteligência costumam usar.

A análise da sentença de condenação de Adélio a internação permanente em manicômio judiciário, mostra que não foi considerada a presença de um anjo que praticamente o conduziu aos eventos do dia 6 de setembro, como demonstram os vídeos sobre a facada no Youtube. Além disso a anuência de Bolsonaro e dos seguranças com estes episódios também podem ser verificadas nos vídeos.

Outro fato que chama a atenção é que as provas da existência da facada foram substituídas no processo pela declaração médica, sem nenhuma perícia realizada na vítima.

Considerando todos estes fatos não esclarecidos, vimos que a operação de cobertura realizada pela mídia corporativa, liderada pela Glöbbelsgolpe, continua com sua versão de atentado prevalecendo. Um momento chave, motivado pela análise gráfica do twitter para prevalência da versão de que era uma farsa, culminou com a decisão de envio de um repórter de helicóptero para Juiz de Fora. Logo após foi realizada a entrevista com um médico que descreveu a cirurgia e fez prevalecer a versão de atentado. Se esta pessoa tiver sido preparada por uma operação de cobertura, ela não fez nada diferente do que estava combinado, e está fazendo prevalecer uma mentira que está condenando o país aos piores anos de sua história, que poderão tornar impossível um percurso altivo e ativo para nosso povo.

Com as revelações pelo Intercept do caráter de certos procuradores nos processos partidários de condenação, vemos que neste da fakeada algo encobridor também está ocorrendo por parte dos procuradores.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247