Pacheco não tem voto; Lula não tem vice

"Lula tem muito voto, mas precisa de um vice de centro para evitar que, no segundo turno, o eleitorado conservador não tenha outra opção além de Bolsonaro', avalia Alex Solnik

Rodrigo Pacheco
Rodrigo Pacheco (Foto: Reuters/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News

  Com apenas dois anos de mandato, Rodrigo Pacheco foi eleito presidente do Senado, com votos da direita e da esquerda.

   Não há dúvida que em sua gestão tem se comportado com tolerância, equilíbrio e compromisso com o estado de Direito.

   Mantém posição firme contra Bolsonaro e o bolsonarismo,  sem ter se tornado alvo de ataques das gangues digitais. 

PUBLICIDADE

   Não tem problema algum com a Justiça.

   Não tem idiossincrasias.

   Dialoga com a esquerda e a direita.

PUBLICIDADE

   Tem atuado como conciliador, sem nunca ser subserviente.

   Nada em seu perfil indica a pecha de traidor.

   Não tem voto, mas seu estado, Minas, é o segundo colégio eleitoral do país.

PUBLICIDADE

   Lula tem muito voto, mas precisa de um vice de centro para evitar que, no segundo turno, o eleitorado conservador não tenha outra opção além de Bolsonaro.

   Mentor de Pacheco, Kassab o trata como presidenciável por ora porque sabe que seu passe é valioso e quer vendê-lo a bom preço.

PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email