Padilha foi comprar cigarro…

O (ex) ministro da Casa Civil Eliseu Padilha não voltará ao cargo após a licença para cirurgia de próstata. O ilegítimo (Temer) perdeu um importante operador de caixa 2 e das reformas trabalhista (precarização da mão de obra) e previdenciária (fim da aposentadoria)

Brasília - Presidente Michel Temer e o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha durante cerimônia de Lançamento do Programa Criança Feliz (Carolina Antunes/PR)
Brasília - Presidente Michel Temer e o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha durante cerimônia de Lançamento do Programa Criança Feliz (Carolina Antunes/PR) (Foto: Esmael Morais)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Há dez dias fora de combate, o (ex)ministro da Casa Civil Eliseu Padilha não voltará ao cargo após a licença para cirurgia de próstata.

Ele pediu para sair depois que José Yunes, amigo e “mula” de Temer, bateu a língua nos dentes.

A acusação é de que o (ex)chefe da Casa Civil pegou no escritório de Yunes um envelope com propina da Odebrecht.

Portanto, ilegítimo perdeu um importante operador de caixa 2 e das reformas trabalhista (precarização da mão de obra) e previdenciária (fim da aposentadoria).

Temer fala em “descentralizar” a articulação política aprovar as medidas antipovo no Congresso.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247