Para quê serve o livro de boataria de Tuma Júnior?

Cada episódio que Tuma Júnior quer "revelar" em seu livro não é mais do que tentativas de requentar histórias da carochinha

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A boataria anti PT virou livro. Romeu Tuma Júnior lançou o "Assassinato de reputações - um crime de Estado". A obra é escrita por Claudio Julio Tognolli, que também participou de um livro do Lobão.

A obra assinada pelo ex-membro da Secretaria Nacional de Justiça é um apanhado de todos os boatos contra Lula e o PT espalhados na internet e pela "grande imprensa". De fabricação de dossiês a até, imaginem, de que Lula foi informante da ditadura (?!).

Tuma Júnior foi defenestrado da Secretaria Nacional de Justiça em 2010 por associação ao esquema de contrabando de Li Kwok Kwen. À época, Veja, Estadão e todos os veículos de comunicação da "grande imprensa" fizeram campanha sistemática, bem ao seu estilo inquisidor, para que Tuma deixasse o órgão do governo federal.

Tuma caiu e, ao que parece agora, guardou um rancor sem tamanho. Declarações de seu irmão, o médico Rogério Tuma, diante do episódio da morte de seu pai, o ex-senador Romeu Tuma, contradizem as acusações de Júnior. Rogério afirmou que o ex-senador – que também era delegado da Polícia Federal – salvou Lula de ser morto pelo regime de 1964.

O tratamento dado ao lançamento desse livro é o típico fato em que a mídia golpista nacional mostra bem como é. Tuma Júnior saiu de muambeiro a herói. Sequer questionaram as afirmações de seu irmão sobre Lula e a ditadura; sequer questionaram que toda a boataria publicada em forma de livro jamais foi provada durante anos.

Cada episódio que Tuma Júnior quer "revelar" em seu livro não é mais do que tentativas de requentar histórias da carochinha. Esperar o quê de uma publicação que tem como coautor um parceiro do "ajuizado" Lobão?

O livro é um apanhado de sandices da internet, com vista às eleições de 2014. Prato cheio para acadêmicos que queiram estudar a proliferação de boatos na rede mundial de computadores. Apenas isso e nada mais!

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247