Pode chamar o ministro da Fazenda de ladrão?

Não, não estou me referindo ao atual ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e à sua conta bancária de 200 milhões ou à sua irresistível atração por afundar o país num rombo de 500 bilhões até 2020 sem que nenhuma providência seja tomada por quem de direito, no caso o presidente-tampão. Estou falando de uma sessão da Câmara dos Deputados de 27 de junho de 1841

congresso
congresso (Foto: Alex Solnik)

Não, não estou me referindo ao atual ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e à sua conta bancária de 200 milhões ou à sua irresistível atração por afundar o país num rombo de 500 bilhões até 2020 sem que nenhuma providência seja tomada por quem de direito, no caso o presidente-tampão.

Estou falando de uma sessão da Câmara dos Deputados de 27 de junho de 1841, na qual rolou o seguinte debate:

SR. FLORIANO DE TOLEDO: Sejam quais forem os defeitos do contador de S. Paulo posso asseverar à Câmara que não é ladrão e que tanto basta para não merecer a confiança do Sr. Calmon.

SR.RAMIRO: Não se dá maior insulto!

SR. CLEMENTE PEREIRA: Disse o nobre deputado que esse empregado é honrado, que não praticou com ladrões e que é quanto basta para não merecer as simpatias do Sr. Calmon! Srs, isto pode dizer-se nesta casa do ministro da Fazenda?

Alguns Srs.: Pode, pode.

Numerosos apoiados.

Outros Srs.: Não pode, não pode.

SR. CLEMENTE PEREIRA: Ninguém pode nesta casa chamar ladrão a alguém acobertando-se com a prerrogativa da inviolabilidade de deputado quando fora daqui o não poder fazer sem responsabilidade.

SR. FLORIANO DE TOLEDO: O Sr. Holanda Cavalcanti também já chamou aqui ladrão o Sr. Calmon.

SR.OTTONI: Em São Paulo, o Sr. Costa Carvalho (senador e ex-regente) também fez a mesma acusação (a de latrocínio) ao Sr. Calmon e o júri não achou matéria para acusação.

SR.FLORIANO DE TOLEDO: Então já estamos na posse do direito de o dizer!

Parece que sim, podia chamar o ministro da Fazenda de ladrão.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Lula volta a frustrar Moro, Rede Globo e PSDB
Mauro Nadvorny

Não é o Lula, é o Lula

Ninguém pode ser condenado sem trânsito em julgado. Em outras palavras, um culpado de um crime qualquer, só pode cumprir sua pena, quando tiver sua condenação confirmada e todos os recursos negados...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247