CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Michel Zaidan avatar

Michel Zaidan

382 artigos

blog

Política de redução dos danos ou criminalização do uso da maconha?

"A política brasileira tem sido criminalizar o uso da maconha: tornar o dependente ou usuário em réu, e não o traficante, sobretudo, o grande traficante"

Protesto pela legalização da maconha (Foto: Paulo Pinto/Agência Brasil)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

A decisão do STF caminha na direção da política de redução de danos, como na Holanda e em outros países. Segundo José Miguel Wisnick, a maconha é a calça jeans das drogas.  Atravessa todas as classes sociais. Ela atua como relaxante , analgésico,  acentua a inteligência da comicidade,  aguça o olhar clínico e afrouxa o controle do superego.  Torna o conhecido , estranho e o estranho, em próximo.Ao contrário das drogas pos-utopicas: cocaina, opio,  morfina  mescalina etc.

Que criam um mundo artificial e distorcem a percepção do mundo real. Grandes pensadores da modernidade, Sartre, Freud, Huxley  pintores, músicos e romancistas e poetas fizeram uso experimental dessas drogas para alargarem as portas da percepção. São usadas para o prazer ou fins terapêuticos. Na verdade,  os fármacos podem ser cura ou veneno, a fronteira é muito sutil. Um remédio pode se tornar uma droga dependendo do uso. E há produtos cancerígenos ou insalubres,socialmente consumidos, como o tabaco e o álcool que são vendidos livremente e causam muitos males ao organismo humano. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Não se pode simplesmente descartar a perspectiva  do uso hedonista das drogas. Neste caso, há que se tratar com cuidado para não se criminalizar esse uso. Alguém já disse que o olhar do drogado é semelhante ao dos profetas e poetas,  ele é além ou aquém de sua época. 0 uso intensivo das drogas se dá com a modernidade, quando as musas parnasianas abandonam os artistas e eles procuram outras fontes de inspiração. Que o digam os simbolistas, poetas e escritores, que buscaram a iluminação  profana  do haxixe.

A descriminalização do uso da maconha vai ajudar muito a utilização terapêutica e medicinal da erva em vários tipos de doenças e ajudar no alívio das dores. Como se diz, a fronteira é muito tênue, entre o que mata ou cura. Depende do uso. E a criminalização só beneficia os produtores e traficantes de drogas. Não aos usuários, que precisam de um olhar compreensivo  humano e solidário.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO