Por que Bebianno disse à Jovem Pan que Carlos Bolsonaro só viajou em campanha para Juiz de Fora?

Por que Bebianno soltou essa declaração em um programa de audiência nacional depois de ser escorraçado do governo? Seria a declaração uma senha de que seria capaz de trazer à tona revelações mais graves?

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Em uma longa entrevista ao programa "Os Pingos nos Is", da rádio Jovem Pan, na noite desta terça-feira (19), o ex-ministro Gustavo Bebianno resolveu dizer, de maneira no mínimo suspeita, que Carlos Bolsonaro, aquele que o chamou de mentiroso, mal participou da campanha de seu pai e que a única viagem que fez com a equipe foi para Juiz de Fora (MG), cidade onde Jair Bolsonaro sofreu a facada, em setembro.

Por que Bebianno soltou essa declaração em um programa de audiência nacional depois de ser escorraçado do governo? Seria a declaração uma senha de que seria capaz de trazer à tona revelações mais graves?

Como se sabe, em política ninguém diz nada por acaso. Será que a declaração teria alguma ligação com as dúvidas que ainda hoje pairam sobre a facada?

Há de se registrar ainda que, após o beijo de Judas, Bebianno passou a tecer elogios a Jair Bolsonaro, dizendo que ele não era o "homem bomba", que não atacaria o presidente e que tem certeza de que o capitão da reserva fará um bom governo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email