Por que Lula está preso pela CIA - guerra híbrida em andamento

Hoje, no contexto da aliança Rússia-China em oposição ao imperialismo americano, o interesse do império decadente é manter Lula preso, para não interferir na imposição da política externa americana à diplomacia brasileira

Lula participa de ato em defesa das democracias no Fórum Social Mundial de Salvador. 
Foto: Ricardo Stuckert

Salvador (BA), 15/03/0218.
Lula participa de ato em defesa das democracias no Fórum Social Mundial de Salvador. Foto: Ricardo Stuckert Salvador (BA), 15/03/0218. (Foto: Foto: Ricardo Stuckert)

1.Relação íntima de Moro com [email protected]

Simples. Moro está em contato íntimo com o DoJ americano desde a época do escândalo Banestado - CC5 (forma de mandar dinheiro para o exterior, com laço estreito com doleiros), portanto inícios dos anos 2000. Após o trabalho interno das Torres Gêmeas (e também do prédio 7), o novo Pearl Harbour, uma operação de falsa bandeira, que permitiu colocar o terrorismo como o novo inimigo mundial e instaurar os programas internacionais para detecção de lavagem de dinheiro e infiltração da [email protected], visto que os programas de cooperação da DEA (anti-drogas), já não estavam sendo tão frutíferas. A visita surpresa a Lengley, junto com Bolsonaro, em 2019 só confirma esta ligação íntima. E ao invés de Foro de São Paulo, usando a técnica leninista, a direita atribui ao outro aquilo que faz, o Foro de Atlanta. E uma sequência de mudanças de regime por golpes híbridos começam a acontecer: Honduras, Paraguai, Brasil, Equador, Peru, Argentina e ataques a Venezuela e Nicarágua.

2. A liderança de Lula e a política internacional altiva e ativa

Durante os anos de ouro dos governos do PT, o Brasil desenvolveu uma política externa independente que servia de inspiração para os outros governos do mundo como o Siriza na Grécia, o que era caracterizado pela troika financeira como mau exemplo.

Hoje, no contexto da aliança Rússia-China em oposição ao imperialismo americano, o interesse do império decadente é manter Lula preso, para não interferir na imposição da política externa americana à diplomacia brasileira.

Demonstração disto é o piti do gal. Heleno ao bater na mesa e exigir a prisão perpétua para Lula. Piti também que se auto-denúncia ao atribuir como false flag os canceres de Lula e Dilma, que atingiu vários líderes latino-americanos e que, no âmbito dos comentaristas de geopolítica, atribuem a operações de guerra química da [email protected] (Lyuba Lulko). Heleno está se auto-denunciando que a fakeada em Bolsonaro é uma false flag operation orientada por [email protected], uma false flag que se transformou em black operation porque não logrou colocar a responsabilidade no PSOL-PT? Aliás, alerta para o Gal. Villas Boas que pode estar sendo vítima destas mesmas guerras químicas da [email protected] - recomendo exames no Sírio-Libanês, com manipulações ao estilo Mkultra.

3. O golpeachment como ocupação ianque

A partir do golpe jurídico-militar-midiático, que se inicia desde as manifestações coloridas de 2013 e dá o grande marco com o grito de ofensa a Dilma na abertura da copa de 2014, inicia-se uma derrocada na economia brasileira. Ela é marcada através da destruição pela lava-jato das empreiteiras brasileiras, grandes concorrentes das americanas.E a perseguição a Lula para consolidar o golpe, impedindo sua ascensão ao Ministério, e correndo com seu processo kafkiano para prendê-lo e impedir de voltar à Presidência em 2018.

Com o impeachment iniciam-se as políticas ultra-liberais de restrição dos gastos públicos em saúde, educação, a precarização do trabalho e destruição da previdência, e a entrega do pré-sal. Com Bolsonaro continuam os ataques a soberania com entrega de Alcântara, Embraer, Amazônia, Refinarias, desmonte da Petrobrás, Submarinos, Urânio.

4. Vaza jato como operação de enquadramento dos militares

Os ianques, descontentes com a falta de apoio dos militares brasileiros nas camionetes  da fronteira com Venezuela e mais recentemente com aproximações de Mourão na viagem à China, no contexto da guerra híbrida EUA-China, ativaram Glenn, conhecido como limited hangout (segundo Pepe Escobar, entregador limitado – 2% do arquivo Snowden). O vazamento para o TIB seria  um recado aos militares que comandam o Estado (Bolsonaro é só fachada para o controle pelo GSI) que devem seguir a política externa do deep state americano, sob pena de serem desgastados pela [email protected] com vazamento dos escândalos das propinas dos generais, obtidas em monitoramento da [email protected] Aliás, perceba-se que o site defesa.net, local de publicação das células militares de direita, está infestado de publicidade de empresas internacionais de equipamentos militares e armas. Será este o motivo dos militares e familiares deixarem de ser nacionalistas para se transformarem em comissionados do comércio de equipamentos de defesa? Além disso,  com vazamento limitado Moro sai fortalecido e pode desalojar-controlar militares com dossiês fornecidos pela [email protected] e se cacifar para ocupar a presidência em 2022.

Em recente artigo Pepe Escobar diz:

“Não há arma fumegante – ainda. Mas o cenário da Vaza Jato como parte de um psyops (operação psicológica) extremamente sofisticado, de domínio de espectro completo, um estágio avançado da Guerra Híbrida, deve ser seriamente considerado.Por exemplo, a extrema-direita, bem como poderosos setores militares e o império Globo de mídia de repente começou a girar que The INTERCEPt bombshell é uma “conspiração russa”.

...para detectar fragmentos de evidências sugerindo que as forças armadas brasileiras - com o total apoio do Deep State dos EUA - poderiam estar instrumentalizando uma mistura de Leak Wash e Guerra Híbrida "Russos" para criminalizar a esquerda para sempre e orquestrar um golpe silencioso para se livrar do clã Bolsonaro e seu QI coletivo de sub-zoologia. Eles querem controle total - sem intermediários empalhaçados. Eles estarão mordendo mais bananas do que podem mastigar? 

https://consortiumnews.com/2019/06/20/pepe-escobar-brazilgate-is-turning-into-russiagate-2-0/ https://www.infowars.com/fifty-questions-on-911/
 

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247