Por que o Bolsonarismo não tem nada a ver com a cidade de Nova Iorque?

São milhares de mestiços que, involuntariamente, no Brasil tem politicamente se posicionado ao lado de brasileiros ricos que adotaram as ideias do "Don't tread on me", que era um ideal ultraliberal mas virou o símbolo da extrema-direita dos EUA, se fundindo de forma bizarra com a turma da Ku Klux Klan

Por que o Bolsonarismo não tem nada a ver com a cidade de Nova Iorque?
Por que o Bolsonarismo não tem nada a ver com a cidade de Nova Iorque?

Mais de 90% dos brasileiros que moram nos EUA, moram nos 6 estados da New England, Califórnia, NY e Florida. Tirando a Flórida que sofre forte influência da extrema direita expatriada latina, todos os outros são bolsões progressistas dentro dos EUA.

Os EUA é um país onde o federalismo deu relativamente certo. Consequentemente, todos estes estados, exceto Florida, e somando Coloroado e Washington (não DC) são as regiões que ainda mantém alguma espécie de Estado de Bem-Estar Social. Coisa que, sabendo ou não, grande parte dos brasileiros que vivem nessas regiões repudiam.

São milhares de mestiços que, involuntariamente, no Brasil tem politicamente se posicionado ao lado de brasileiros ricos que adotaram as ideias do "Don't tread on me", que era um ideal ultraliberal mas virou o símbolo da extrema-direita dos EUA, se fundindo de forma bizarra com a turma da Ku Klux Klan.

No Brasil, essa turma acha que tudo é "questão de opinião". E não é. Mas agora, muitos deles estão revoltados com o Bill de Blasio, prefeito de NY, e o senador Brad Hoylman, por seu repúdio e aberta campanha contra o Bolsonaro.

É que, grande parte desses brasileiros, apesar de corroborarem - repito, voluntariamente ou não - com as ideias de extrema-direita, vivem nesses bolsões progressistas.

Bolsonaro teve 86,58% dos votos em Boston e, como já dito, 76,39% dos votos em NY.

Só que nos EUA, as questões de direita e esquerda se fundem diretamente com as questões identitárias, de raça e gênero. E, como já disse acima, todo brasileiro é latino, e, a grande maioria desses brasileiros são mestiços.

Daí eu lhes faria uma pergunta: eles que amam tanto o clima de liberou geral, o super-capitalismo, a supressão das minorias, que denunciar racismo é mimimi, que tem que liberar arma mesmo, são ultrarreligiosos, é um tal de "papai do céu pra lá", "Jesus Cristo é o senhor", pra cá, e etc, e nos mandam "ir para Cuba", não vão, desfilar sua brasilidade nas bandas do Mississipi, do interior da Carolina do Sul, Alabama, Geórgia, Tenessee, Kentucky e etc? Lá é tudo o isso o que essa turma defende.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Chile, manifestações
Fernando Rosa

O laboratório "explotó"

"Os povos, a América Latina e o Brasil, com Lula a frente, estão deixando claro que não aceitarão a recolonização selvagem que o imperialismo pretende impor à região", escreve o jornalista Fernando...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247