Por um governo de salvação nacional da ciência, do planejamento, da racionalidade e da solidariedade

As ações desvairadas de Bolsonaro provocaram uma situação de um “presidente operacional”, cargo inexistente em nossa Constituição que seria exercido pelo general-chefe da Casa Civil, Braga Netto



Quem de fato governa o País? As ações desvairadas de Bolsonaro provocaram uma situação de um “presidente operacional”, cargo inexistente em nossa Constituição que seria exercido pelo general-chefe da Casa Civil, Braga Netto. A anomalia é causada pelo próprio Bolsonaro, cuja atuação diante da crise do coronavírus assemelha-se à de um supersticioso da Idade Média frente à peste negra. Sua obsessão em simular uma normalidade falsa, com a volta do funcionamento de serviços não essenciais, contribui para a disseminação do vírus e para causar ainda mais estresse na população. 

Nesta hora de dificuldade, ainda bem que contamos com atitudes sensatas, como a criação do Comitê Científico do Consórcio Nordeste, formado por médicos, cientistas, físicos e pesquisadores, com o intuito de auxiliar os governadores dos estados da região na tomada de decisão sobre as ações de enfrentamento à pandemia. Por outro lado, entidades brasileiras se unem em um "Pacto pela Vida e pelo Brasil" para alertar e representar a sociedade civil brasileira e lutar contra a grave crise "sanitária, econômica, social e política" que vive o País, reunindo a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns, Academia Brasileira de Ciências – ABC, Associação Brasileira de Imprensa – ABI e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC.

O atual momento exige um presidente qualificado, com uma gestão de verdade, capaz de nos tirar desta crise. A briga de Bolsonaro com o ministro da Saúde, Luiz Mandetta, só é prova desta urgente demanda. Cresce a necessidade imediata de um governo de salvação nacional do povo, da ciência, do planejamento, da racionalidade e da solidariedade- com a  coalizão de todas as forças democráticas dispostas à hegemonia do bom senso. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sem vidas, não há economia. Lute pela democracia! Fora Bolsonaro!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email